Rádios On-line

Conta de luz deve ficar mais barata a partir de fevereiro

Anaeel reajustou valores das bandeiras tarifárias vermelha e amarela

26 JAN 2016 - 18h:58Por Renata Prandini

As contas de energia elétrica deverão ficar mais baratas a partir de fevereiro deste ano. Nesta semana, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Anaeel) aprovou, nesta terça-feira, dia 26, o reajuste das bandeiras tarifárias amarela e vermelha em todo o país.

De acordo com a agência, a bandeira vermelha, que tem sido aplicada desde janeiro do ano passado, passa a ter dois patamares, aplicados a cada 100 quilowatt-hora consumidos. No patamar 1, cuja geração de energia vai de 422,56 a até 610 MWh, o valor da bandeira será de R$ 3,00 a cada 100 quilowatt-hora consumido, 33% mais barata que o valor praticado hoje. Caso, a geração térmica seja maior ou igual a 310 MWh, mantém-se o valor de R$ 4,50 para cada 100 quilowatt-hora consumidos, como acontece hoje.

Já no caso da bandeira amarela, a redução do valor foi de 40%. O valor da taxa extra caiu de R$ 2,50 para R$ 1,50 para cada 100 quilowatt-hora consumido. A bandeira amarela se aplica quando a geração térmica fica em torno de 211,2 MWh a 422,5 MWh.

A revisão das bandeiras tarifárias foi aprovada após audiência pública, que recebeu 54 contribuições da sociedade entre 17 de dezembro do ano passado a 17 de janeiro deste ano.

Em nota, o diretor da Anaeel, André Pepitone de Nóbrega, relator da matéria, informou que a definição de dois níveis para a bandeira vermelha permitirá maior flexibilidade e aderência frente ás variações dos custos de geração de energia.

Para os consumidores, explicou a Anaeel, a bandeira vermelha continua a indicar que a energia encontra-se com alto custo de geração e devem ser mantidos o uso eficiente e o combate ao desperdício.

Em janeiro deste ano, a bandeira tarifária vigente foi a vermelha. Já para fevereiro, quando começa a vigorar os novos valores, a bandeira vigente será divulgada nesta sexta-feira, dia 29, assim como o patamar, caso seja a bandeira vermelha. 

Deixe seu Comentário