Rádios On-line
DILEMA

Corpo de três-lagoense morta na Austrália pode ser cremado

Família aguarda resultado de necropsia para decidir sobre possível translado ao Brasil

9 DEZ 2018 - 19h:37Por Valdecir Cremon

A família da três-lagoense Criskeila Veloso Gomes, morta de forma ainda não identificada em Brisbane, Estado de Queensland (Austrália), aguarda o resultado de uma necropsia que pode confirmar a identidade de um corpo encontrado pela polícia local neste sábado (8) para decidir sobre o translado ao Brasil ou a cremação. 

A informação foi dada por Criskelly Gomes, irmã da brasileira, na noite deste domingo, após o embaixador honorário do Brasil na Austrália, Valmor Gomes Morais, confirmar à reportagem que os exames por legistas de Queensland devem demorar uma semana. 

"A decisão sobre o translado ou a cremação será da família", disse o embaixador. Não ficou esclarecido se a embaixada cobrirá os gastos da remoção ao Brasil ou a cremação. A polícia estadual mantém poucas informações do caso em um site de notícias locais.  

Criskelly disse que a família ainda não trata do assunto. "Estamos aguardando", disse. 

Ela afirmou que a família não manteve contato com um namorado de Criskeila, que conhece apenas por "Gerb" ou "German" - "Minha irmã falou pouco dele", justificou - nem com um frigorífico onde a brasileira trabalhava. "Ninguém falou nada com a gente", afirmou. Criskelly aproveitou para agradecer ao embaixador pelo apoio. 

O corpo foi encontrado em uma praia de Brisbane perto de um carro que seria de Criskeila, onde também estaria um celular dela. A brasileira morava na Austrália com um irmão mais novo, Patrick Gomes, desde o ano passado, quando a família dela decidiu retornar para Três Lagoas após 14 anos fora do Brasil. 

Valmor Gomes Morais, embaixador na Austrália. (Foto: Reprodução)

Deixe seu Comentário