Rádios On-line
Caminhão de Prêmios Urna Interna
REFLEXO NA JUSTIÇA

Crise de combustíveis faz Justiça cancelar etapa de julgamento

Juiz responsável por processo alega dificuldades geradas por falta de combustíveis

29 MAI 2018 - 16h:44Por Valdecir Cremon

O juiz Rodrigo Pedrini Marcos, responsável pelo julgamento de membros de uma facção criminosa acusados de assassinar o ex-PM Otacílio Ferreira de Oliveira, em Três Lagoas, há cinco anos, cancelou um julgamento previsto para esta quarta-feira (30), no Fórum da cidade. Seriam julgados seis acusados pelo crime. A justificativa foi a crise gerada pela falta de combustíveis em postos de abastecimento. 

O cancelamento foi comunicado na tarde desta terça, ainda com alegação de que "as forças de segurança" estão voltadas para atendimento a efeitos da paralisação de caminhoneiros "que gerou uma mobilização extraordinária" das polícias em torno do movimento.

No comunicado, o juiz ainda cita aumento de preços e falta de mercadorias em supermercados, como gás de cozinha e alimentos. 

Rodrigo Marcos cita que a Justiça contou com um esquema de segurança durante as duas etapas anteriores do julgamento, que condenou 11 dos 17 acusados pelo crime a 229 anos de prisão. Nestas etapas, o Fórum recebeu cerca de 50 policiais e até um helicóptero da Polícia Militar foi utilizado. Não houve incidentes.

O julgamento foi remarcado para 13 de junho, na 1ª Vara Criminal. 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13