Rádios On-line
TRêS LAGOAS

Demora na venda da UFN 3 gera debate na Câmara de Vereadores

Vereadores cobram agilidade da Petrobras no processo de venda da fábrica de fertilizantes

11 SET 2018 - 17h:05Por Ana Cristina Santos

Na sessão desta terça-feira (1), o vereador Adriano César Rodrigues (PSC) cobrou agilidade no processo de retomada da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados (UFN3), da Petrobras, em instalação em Três Lagoas.

Em março deste ano, os vereadores aprovaram projeto de lei autorizando a prefeitura prorrogar o prazo para a conclusão da obra. Pelo projeto de lei de doação da área, a estatal teria até 27 de março deste ano para concluir a fábrica, caso isso não acontecesse, o terreno voltaria para o município.

A Petrobras, no entanto, solicitou prorrogação do prazo sob a alegação de que a fábrica está em processo de venda e que a obra não ficaria pronta nesse prazo. Diante da necessidade de retomada da obra, e levando em consideração a importância do empreendimento para Três Lagoas, os vereadores concordaram em prorrogar o prazo.

 Entretanto, segundo Adriano Cesar, o processo está “muito demorado” e a sociedade tem cobrado um posicionamento dos vereadores a respeito da venda da fábrica. “É inadmissível essa UFN 3, uma fábrica que recebeu bilhões, estar assim, corroída de ferrugem, e até hoje não tem nada de concreto sobre essa venda”, declarou o vereador.

Em aparte, o vereador Antônio Rialino (PTdoB) disse que a Câmara “deu um voto de confiança, não apenas ao Executivo, mas a própria Petrobras . Fizemos nossa parte, mas acho que nesse governo do Michel Temer, esquece”, acrescentou.

A Petrobras tem declarado por diversas vezes que ainda não concluiu o processo de venda da fábrica. O grupo russo Acron Group negocia com a estatal a compra da fábrica.

 

 

 

Deixe seu Comentário