Rádios On-line
11594
Nova Estrela 0603

Densitometria óssea: Cerca de 300 pacientes aguardam na fila de espera

Há mais de três meses, o aparelho responsável por diagnosticar e avaliar o grau de osteoporose está sem funcionar

23 OUT 2012 - 09h:14Por Redação

Cerca de 300 pacientes estão na fila de espera aguardando para fazer exame de densitometria óssea. Há mais de três meses, o aparelho responsável por diagnosticar e avaliar o grau de osteoporose está sem funcionar. De acordo com a gerente do setor de Alta e Média Complexidade da Secretaria de Saúde, Thaís Emiliana Salles Silva, já foi solicitada a manutenção do aparelho, porém a empresa de engenharia que realiza esse serviço é de fora, e possui uma demanda muito grande. “Existe apenas uma empresa que realiza esse serviço, a sobrecarga é grande”, comentou.  

Para atender às pessoas que estão na fila de espera e evitar uma demanda ainda mais reprimida, a Secretaria de Saúde abriu licitação para a contratação de empresa a fim de que se realize exames de densitometria óssea em regime de mutirão para atender o Fundo Municipal de Saúde.

Thaís informou que essa é a segunda vez que a Prefeitura abre licitação com essa finalidade. Apesar disso, no primeiro processo licitatório aberto há cerca de três meses, nenhuma empresa se interessou em realizar o procedimento.

Segundo a gerente de Alta e Média Complexidade, a densitometria óssea não é um tipo de exame que gera tanta demanda em relação a outros, mas é de estrema importância para avaliar o grau da perda óssea e serve também para acompanhar quem tem osteoporose.  O exame é realizado na Clínica da Mulher, antes porém, o paciente precisa passar por uma unidade de saúde, para posterior ser encaminhado ao local.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13