Rádios On-line
INVESTIGAÇÃO

Destroços de avião são levados de local de queda

Peças da aeronave que pegou fogo ficarão em Delegacia de Polícia de Brasilândia

3 MAR 2018 - 07h:44Por André Barbosa

Destroços do avião pilotado por Danilo Carromeu Domingues, de 46 anos que morreu na queda da aeronave na quarta-feira (28 de fevereiro), deverão ser levados para a Delegacia de Polícia Civil de Brasilândia. Por lá, serão periciados por 30 dias, até a conclusão de laudo. A informação é do delegado responsável pelas investigações, Thiago Passos.

Segundo ele, o resultado sobre possível causa de queda da aeronave ficará pronto em 30 dias. “Foram realizadas ao menos duas perícias, uma no local do acidente e outra na aeronave, por peritos de Campo Grande e da Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos).  Audimetria do plano de voo deverá mostrar se o piloto perdeu ou não, altitude, entre outros”.

Em relação ao piloto, o delegado afirmou que as primeiras investigações revelaram se tratar de Danilo Carromeu. “Documentos e plano de voo confirmaram ser o fazendeiro prudentino. Entretanto, o exame de DNA só será conhecido em 30 dias”, finalizou.

Deixe seu Comentário