Rádios On-line

Diesel passará a custar R$ 2,55 em Três Lagoas

Alta no combustível deverá causar impactos no preço do frete em todo o Brasil

7 MAR 2013 - 08h:24Por Arquivo JP

Caso siga a média nacional, o preço do diesel deverá saltar de R$ 2,48 para R$ 2,55, em Três Lagoas. O novo reajuste, de 5%, foi anunciado pela Petrobras na noite de quarta-feira e já é o segundo desse tipo de combustível apenas neste ano. Segundo comunicado da estatal, o reajuste foi para as refinarias, mas deverá ser repassado aos consumidores finais, o que deverá causar impactos no serviço de transporte e logística por todo o país. Especialistas trabalham com a média de 3% de aumento na bomba. 

O presidente da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), Clésio Andrade, avalia que o reajuste no preço do óleo diesel deverá aumentar em 1,25% o valor do frete, o que impactará na inflação.  Em entrevista à equipe da Agência da Folha, ele informou que o país possui cerca de 60% de suas cargas transportadas por caminhões que consomem óleo diesel. 

Claudinei Pereira, gerente da Rabôni Transportes, informou que a empresa ainda não calculou o prejuízo com o aumento, mas confirmou que este terá de ser repassado aos seus clientes.

“Consegui segurar os reajustes de setembro e janeiro, o que já vem me gerando déficits. Agora, esse reajuste terá de ser repassado ao cliente, embora não possa nem chamar de reajuste, mas sim de uma atualização de preços. Vamos ter que correr atrás do prejuízo. Não vamos conseguir segurar”, disse.

Pereira explica que algumas perdas, entretanto, deverão ocorrer. De acordo com ele, a transportadora atende a sete empresas de Três Lagoas. Dessas, muitos contratos venceram em janeiro deste ano, quando aconteceu o primeiro aumento. Mas outros só serão renegociados em junho. “Terei de arcar com as despesas até a chegada da renovação dos contratos”, completou. E as despesas não são pequenas. 

O gerente informou que, atualmente, aproximadamente 28% de todo o faturamento da empresa é destinado exclusivamente ao abastecimento dos 15 veículos existentes na frota.  “Em menos de um ano, três reajustes consecutivos é muita coisa. Pesa muito para o empresário. Em empresas de outros segmentos, essa porcentagem destinada apenas para o abastecimento de veículos é ainda maior”, disparou.

Atualmente, a empresa conta com 38 linhas de fretamento, boa parte delas destinada ao transporte de funcionários.

REAJUSTE
Segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, entre os dias 24 de fevereiro e 2 de março – semana mais recente divulgada pelo órgão -, o preço médio do diesel em Três Lagoas era de R$ 2,484, sendo R$ 2,399 no posto mais barato e R$ 2,510 no mais caro. No começo do ano, o combustível era comercializado a R$ 2,35, em média. Segundo o Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE), o repasse às bombas pode acontecer a partir de hoje. 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13