Rádios On-line
SOLIDARIEDADE

Diocese cria Pastoral do Imigrante para auxiliar haitianos

Estimativa da PF é de que cerca de 600 haitianos estejam morando e trabalhando em Três Lagoas

24 MAI 2016 - 19h:42Por Ana Cristina Santos

A Diocese de Três Lagoas criou a Pastoral do Imigrante com o objetivo de auxiliar a residência permanente dos haitianos. Segundo dados da Polícia Federal, a estimativa é de que cerca de 600 haitianos estejam morando e trabalhando em Três Lagoas. A Diocese, no entanto, recebeu a informação de que existem cerca de 1.200.

Com a criação da Pastoral do Imigrante, um levantamento será feito para saber ao certo quantos haitianos existem na cidade. De acordo com o bispo dom Luiz Knupp, a decisão em criar a pastoral deve-se ao fato da dificuldade que os haitianos estão enfrentando na cidade, muitos deles desempregados e sem a documentação necessária.

A primeira ação da Pastoral do Imigrante será em parceria com a Embaixada do Haiti em auxiliar na residência permanente dos haitianos que se encontram em situação irregular no município.

O atendimento aos imigrantes ocorrerá às terças e quintas-feiras das 15h às 19h30, e aos sábados das 14h às 17h , na sede provisória localizada  na rua Bom Jesus, número 270, no bairro da Lapa.

No final do mês passado, um representante da Embaixada do Haiti esteve em Três Lagoas e procurou a Diocese para pedir apoio na regularização dos haitianos, devido ao prazo que encerra em novembro de 2016.

Além de ajudar na regularização da documentação, a Pastoral do Imigrante vai oferecer aulas de português, entre outros atendimentos aos haitianos.

 

Deixe seu Comentário