Rádios On-line

Discussão resulta em morte no Vila Haro

Suspeito já está preso. Ele teria confessado o crime à polícia

8 JAN 2013 - 12h:18Por Redação

Uma discussão de bar resultou na morte de uma pessoa na noite de segunda-feira. O crime aconteceu por volta das 20h30, em um estabelecimento situado na avenida Rafael de Haro, bairro Vila Haro. Conforme o boletim de ocorrência, quando a Polícia Militar chegou ao local do crime, a vítima, Alex Aparecido Campos, 37 anos, já era atendido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) com um ferimento provocado por faca no tórax. Entretanto, ele não resistiu e morreu a caminho do Hospital Auxiliadora.

O principal suspeito do crime, Euclides Martins de Castilho, 57 anos, conhecido como “Bracinho”, foi preso pela Polícia Militar logo após o crime. O acusado estava sentado na calçada da residência da filha dele, na rua Ivo Pompeo, bairro Vila Verde.

MOTIVO
Aos policiais, testemunhas relataram que Castilho estava no bar quando Campos chegou e começou a provocá-lo. De acordo com o suspeito, não apenas neste dia, mas outras vezes a vítima teria o provocado verbalmente e desta vez, o agrediu fisicamente. Castilho teria entrado em sua residência, próxima ao bar, e pegado uma faca, com a qual golpeou o peito de Campos.

O suspeito foi preso e levado para Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac), onde confessou o crime e foi autuado em flagrante. Ele já foi transferido ao Presídio de Segurança Média. A arma utilizada no crime não foi encontrada. 

PASSAGENS
Segundo a Polícia Civil, Euclides Martins de Castilho é acusado  de outros crimes em Três Lagoas. Em janeiro de 2009, ele foi autuado em flagrante por ter atropelado e matado um motociclista no Jardim Alvorada. Segundo a polícia foi constatado que ele estava dirigindo alcoolizado. Ele respondeu por homicídio culposo.

No mesmo ano a polícia registrou mais três ocorrências envolvendo Castilho. Duas por ameaça e uma por lesão corporal.

Em janeiro de 2011, ele foi preso em flagrante pela segunda vez, depois de ter cometido uma tentativa de homicídio no bairro Paranapungá. Na época ele esfaqueou um homem de 55 anos após de uma discussão.

Já em 2012, os registros são por ameaça e brigas.

Deixe seu Comentário

RCN LIVE EUGENIO MUSSAK

TVC Canal 13