Rádios On-line
SEM POLICIAMENTO

Divisa entre os estados de MS e SP está sem fiscalização

Posto da Polícia Rodoviária Estadual foi desativado com a construção da ponte sobre o rio Paraná

26 SET 2016 - 18h:42Por Ana Cristina Santos

A Polícia Rodoviária Estadual de São Paulo desativou o posto policial na divisa entre os municípios de Três Lagoas (MS) e Castilho (SP). O posto fica nas proximidades da cabeceira da represa da hidrelétrica Jupiá, porém sem policiais.

A desativação ocorreu em razão da construção da ponte rodoviária sobre o rio Paraná, que será inaugurada nesta quarta-feira (28), pelo ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintela.

O tráfego de veículos pela usina será desativado. Com isso, a fiscalização sobre a ponte passa a ser de responsabilidade da Polícia Rodoviária Federal (PRF), porque é uma extensão da rodovia federal BR-262. No entanto, apesar do tempo que levou para a conclusão da ponte, a PRF não providenciou, até agora, a construção de um posto na divisa entre os estados.

O Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit), regional de Três Lagoas, levou o assunto a autoridades policiais dos dois estados para verificar a possibilidade de um convênio para que a Polícia Rodoviária Estadual de São Paulo continuasse responsável pela fiscalização no trecho, mas não houve avanços, segundo órgão.

A PRF, porém, estuda a possibilidade de construir um posto nas proximidades de uma nova rotatória de acesso à ponte. Até o fechamento desta matéria, a reportagem não conseguiu informações da PRF sobre a fiscalização.

Ponte rodoviária será inaugurada nesta quarta-feira. Até agora, PRF não contruiu posto policial na divisa entre MS e SP
 

Deixe seu Comentário