Rádios On-line
FLAGRANTE

Dona de boate é presa em Três Lagoas por exploração sexual de menor

Uma adolescente de 17 anos foi encontrada trabalhando na boate, que fica na BR-262

19 MAI 2016 - 16h:25Por Kelly Martins

Uma mulher, de 32 anos, foi presa por exploração sexual de menor, em Três Lagoas. Ela é proprietária de uma boate, localizada às margens da BR-262, no perímetro urbano, e a prisão foi realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na noite de quarta-feira (18).

De acordo com a PRF, uma adolescente de 17 anos foi encontrada trabalhando no local e ela é do estado de Rondônia. Dessa forma, a dona do estabelecimento, que leva o nome de "Boate Topázio", vai responder pelo crime de “submeter menor de 18 anos a exploração sexual”, cuja pena prevista é de 10 anos de prisão.

A PRF ressalta que as investigações começaram com um mapeamento prévio realizado nas rodovias federais de Mato Grosso do Sul e em todo o país. A ação contou com a participação do Conselho Tutelar de Três Lagoas.

Vale destacar que a prisão ocorreu em 18 de maio, Dia Nacional do Enfrentamento a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A boate onde foi encontrada a menor, fica no km 11, esta amanheceu fechada nesta quinta-feira (19) após a prisão.

 A proprietária foi encaminhada para a Delegacia de Atendimento a Mulher (DAM). 

Deixe seu Comentário