Rádios On-line
8991

Educadoras pedem apoio para equiparar salários

A equiparação salarial foi o principal assunto entre um grupo de educadoras do Abrigo Poço de Jacó

3 FEV 2009 - 06h:00Por Redação

A equiparação salarial da categoria foi o principal assunto entre um grupo de educadoras do Abrigo Poço de Jacó com o presidente da Câmara, Fernando Milan, a quem solicitaram apoio do Legislativo. Segundo a coordenadora do abrigo, Ivone Pereira Silva Queiroz, o grupo reivindica um salário igual a das educadoras da Casa Acolhedora - que tem salários variando entre R$ 463 e R$ 720 - e mais o pagamento de adicional noturno.
O abrigo de Jacó é a entidade responsável por acolher crianças abandonadas, vítimas de maus tratos, que estão sob a guarda da justiça. Atualmente, a entidade atende 38 crianças e conta com 31 educadoras.
Após ouvir a reivindicação do grupo, Milan se comprometeu a agendar uma reunião com a prefeita para discutir a questão. De imediato, ainda durante a reunião, ele entrou em contato com a secretária municipal de Assistência Social, Cidadania e Trabalho, Lúcia Firmino, para comunicar o fato e se inteirar da situação.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13