Rádios On-line
ATRASO

Após operação, Eldorado adia divulgação de balanço trimestral

O atraso é reflexo dos impactos de operações da Polícia Federal realizadas na companhia, que fizeram o balanço de 2016 também ser adiado

16 MAI 2017 - 17h:30Por Jonas Turolla

A Eldorado Brasil, uma das maiores fabricantes de celulose do mundo e que possui unidade em Três Lagoas, não divulgará seus resultados auditados do primeiro trimestre dentro do prazo regulamentar. A informação foi divulgada na última segunda-feira (15). O atraso é reflexo dos impactos de operações da Polícia Federal realizadas na companhia, que fizeram o balanço de 2016 também ser adiado. 

Em nota, a Eldorado se limitou a comunicar que a empresa adiou a apresentação do balanço trimestral, encerrado no dia 31 de março, porque aguarda a conclusão da auditoria independente. Confira a nota na íntegra:

"A Eldorado Brasil informa que adiou a apresentação do balanço de resultados do trimestre encerrado em 31 de março, pois aguarda da conclusão da auditoria independente. O trabalho está em estágio avançado e deve ser encerrado em breve. Entretanto, a companhia antecipa que o volume de produção foi de 433 mil toneladas de celulose nos primeiros três meses do ano, resultado 1%  superior que no mesmo período de 2016. A empresa também vendeu 434 mil toneladas no período, crescimento de 23% em relação ao mesmo trimestre no ano passado. Adicionalmente, a companhia informa que vendeu 57 mil MW de energia no mercado livre. O custo-caixa de produção de celulose de R$ 533 por tonelada é o menor do setor".

Na última semana, a Eldorado Brasil foi alvo da 4ª fase da Operação Lama Asfáltica. A empresa é suspeita de envolvimento em um esquema de corrupção que reunia empreiteiras locatárias de máquinas de obras rodoviárias. Além da 'Lama Asfáltica', a Eldorado também é alvo de mais três investigações da Polícia Federal: Greenfield, Sépsis e Cui Bono. As operações investigam possíveis fraudes em fundos de pensão de estatais. 

Deixe seu Comentário