Definir Três Lagoas como sua cidade padrão?

Sim Não
Rádios On-line
8358
SEBRAE SEMANA DE CRÉDITO
TRêS LAGOAS

Lucro da Eldorado Brasil aumenta 53% em relação ao ano passado

Empresa de celulose obteve um lucro líquido de R$ 366 milhões no primeiro semestre deste ano

28 SET 2017 - 10h:07Por Ana Cristina Santos

A Eldorado Brasil obteve um lucro líquido de R$ 366 milhões nos seis primeiros meses de 2017. Resultado superior em 53% ao lucro de R$ 240 milhões no primeiro semestre de 2016.

A companhia estabeleceu novas marcas históricas de produção no segundo trimestre de 2017, ao fabricar 444 mil toneladas de celulose, a um custo caixa de R$ 469 – 12% inferior ao trimestre anterior -, que foi de R$ 619.

O resultado, segundo a empresa, é graças à alta eficiência operacional, o que coloca a companhia como referência global em competividade para a produção de celulose.

No segundo trimestre, a Eldorado registrou receita líquida de R$ 824 milhões, resultado 5% superior ao mesmo período do ano anterior, reflexo do aumento do preço de celulose. O EBITDA (Lucros antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização) de R$ 475 milhões, com margem de 58%, é novamente o maior do setor.

Considerando os resultados dos últimos doze meses, o EBITDA acumulado é de R$ 1,8 bilhão, com a maior margem do setor, 58%.  

De acordo com a empresa, os resultados alcançados pela companhia neste período têm como reflexo direto a maior participação de madeira própria e da redução na distância média entre as florestas e a fábrica.

O volume de vendas de acordo com a companhia, é reflexo de uma estratégia comercial bem-sucedida, focada em mercados com alto potencial de crescimento e rentabilidade, como a Ásia. Os segmentos de tissue (conforto e higiene pessoal) e papéis representaram 59% do volume total comercializado pela Eldorado.

ENERGIA

A produção industrial da Eldorado também possibilitou o aumento da venda de energia para o sistema elétrico nacional para 56 mil MWh nesse trimestre, o que gerou uma receita líquida adicional de R$ 22 milhões, um aumento de 48% em relação ao trimestre anterior, e de 210%, se comparada com o ano passado.

“Graças ao aquecimento da demanda no mercado mundial, o preço médio em dólar da celulose vendida pela companhia cresceu 13%, em relação ao primeiro trimestre do ano, e 18%, na comparação com o mesmo período de 2016. Já o volume de vendas acumulado nos primeiros seis meses de 2017, de 870 mil toneladas, é mais um recorde”, destacou o presidente da Eldorado, José Carlos Grubisich.

VENDA

Nesta semana a empresa concluiu a venda da fabricante de celulose Eldorado para a Paper Excellence, da família indonésia Widijaja. Nesta segunda-feira, a Paper Excellence pagou R$ 1,006 bilhão aos irmãos Batista por 13% da empresa. O restante será quitado em até 12 meses. A Eldorado foi avaliada em R$ 15 bilhões, incluindo uma dívida de R$ 7,4 bilhões.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
Dá Negócio
6651