Rádios On-line
UFN3

Empresa que comprará a UFN 3 pode ser definida em novembro

Depois de quase seis anos de paralisação da obra, processo de venda da fábrica deve ser concluído

24 OUT 2020 - 07h:09Por Ana Cristina Santos

A Petrobras deve concluir no próximo mês a proposta vinculante da empresa que vencerá a licitação para a compra da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados (UFN3), de Três Lagoas. A partir de novembro, deverão ser abertos os envelopes para saber quais , ou qual empresa ofereceu a melhor proposta para a compra da fábrica, cuja obra foi paralisada em dezembro de 2014.

Depois de quase seis anos de paralisação da UFN3, a previsão é de que, o processo de venda sendo concluído no final deste ano, as obras sejam retomadas até março, segundo informou o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck. Ele disse que o governo do Estado vem acompanhando esse processo de venda da UFN 3 que agora, caminhado bem.

“A Petrobras confirma ao governo do Estado que em novembro, teremos a assinatura dessa proposta vinculante. E ao longo do próximo mês, teremos a discussão sobre a abertura dos envelopes e as negociações contratuais. O processo continua e a expectativa informada pela Petrobras é que na primeira quinzena de novembro, tenhamos uma comunicação ao mercado em relação a esse processo de aquisição”, destacou Verruck.

O secretário acredita que essa definição presidencial na Bolívia, melhora a negociação do fornecimento do gás natural para o Brasil, e consequentemente o processo de venda da UFN 3. Inclusive, a negociação com o grupo russo, Acron Group, que estava bastante adiantada, mas fracassou devido a indefinição sobre o fornecimento da principal matéria prima para a fábrica, o gás natural que, em princípio, viria da Bolívia, mas depois da polêmica entorno da eleição presidencial no país, o processo de venda fracassou.

 Agora, no novo edital de venda, a Petrobras passa a oferecer o gás natural para o futuro comprador da UFN 3. Segundo Verruck, essa decisão da estatal foi positiva. Agora com essa definição da eleição na Bolívia, permitirá também a compra de gás. Então, o governo do Estado acredita que estamos em um momento favorável para a venda da UFN3”, destacou o secretário.

A retomada das obras da UFN 3 é aguardada com grande expectativa, já que mais de sete mil empregos serão gerados. E na fase de operação, mas de 500 postos de trabalho serão criados, além disso, a fábrica deve atrair para a cidade outras empresas, gerando mais emprego e receita ao município e Estado.

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13