Rádios On-line

Empresas de Três Lagoas recebem certificado PQF

Empresários três-lagoenses estão em busca de otimizar suas empresas

6 ABR 2013 - 08h:39Por Danilo Fiuza/JP

Dezesseis empresas de Três Lagoas de ramos diversificados receberam o certificado do Plano de Qualificação de Fornecedores (PQF) oferecido pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL). A entrega do diploma foi realizada, na noite de ontem, no hotel Druds. 

Para Nadir Klanck Mazzonetto, da RKM Máquinas, foram horas de estudo e treinamento com a equipe interna de sua empresa para conseguir preencher todos os itens exigidos pelos instrutores do curso. Porém, agora, respira aliviada por ter conseguido o PQF Avançado. “Aqui, aprendi o que não havia aprendido em cursos anteriores”, pontuou.

De acordo com Bergson Amarilla, superintende regional do IEL, o instituto começou a oferecer, em Três Lagoas, em 2008, o curso com Certificação Básica. Já a partir de 2011, o órgão saltou para a versão PQF - Qualificação Avançada com base no ISO 9001, que busca gerenciamento de altíssima qualidade, atendimento de excelência etc. No total, 68 empresas três-lagoenses de área distintas já obtiveram a certificação do IEL, seja no Básico ou Avançado.

Para Amarilla, o curso coloca as empresas em um patamar de qualidade jámais visto no Estado, porque elas cumpriram etapas de qualificação e processos dentro das suas empresas. Por isso, recebem o certificado que é valido em todo o Brasil. Agora, essas 16 empresas podem atender qualquer grande indústria que necessite dos serviços oferecidos pelas mesmas. A certificação é válida até 2015.

O diretor do hotel Druds, Leonardo Konno, ressalta que esse certificado é uma importante conquista para a empresa. “Sinto que o Druds está qualificado para atender às grandes empresas que se instalaram em Três Lagoas, pois esse é o principal intuito do PQF. Apesar disso, ele frisa que a equipe do hotel está preparada para atender da melhor forma toda clientela”, pontuou. 

Konno, que em 2011 fez o PQF Básico e ontem recebeu o diploma da etapa Avançada, diz que após a conclusão do primeiro curso conseguiu padronizar atendimentos, trabalhos internos, além de aprender a administrar o tempo. “Sinto que o Druds está mais otimizado”. Porém, segundo ele, o retorno é positivo, mas ele diz que não tem como mensurar esse crescimento em valores.

EMPRESAS ÂNCORAS 
Segundo Amarilla, um dos pré-requisitos para participar do PQF é ser indicado por uma das empresas âncoras: Fibria, Eldorado Brasil e Sitrel. Depois disso, há um série de avaliações via IEL.

Na avaliação do gerente geral da Fibria, Renato Bastos Ottoni, por meio das empresas âncoras os fornecedores perceberam o quanto é bom se aprimorar. “Essas 16 empresas se profissionalizaram e, consequentemente, vão se desenvolver”, concluiu.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13