Rádios On-line

Empréstimo habitacional cresce 84% na Caixa de Três Lagoas

Crescimento da cidade está acima do percentual estadual que registrou aumento de 32,8%

29 DEZ 2012 - 08h:00Por Arquivo/JP

Em Três Lagoas, a Caixa Econômica Federal (CEF) apresentou um crescimento de 84% em volume de recursos liberados para habitação, nos meses de janeiro a novembro de 2012, comparado ao mesmo período do ano passado. O percentual de 84% no município está acima do índice estadual que registrou um aumento de 32,8%, com investimentos de 1,5 bilhão contra 1,1 bi, em 2011. Assim, 19.506 famílias foram atendidas no estado. Os dados são da assessoria de impressa da instituição.

Até 30 de novembro deste ano, a CEF financiou 283 residências em Três Lagoas no valor de R$ 51,7 milhões. Desses, 153 foram financiadas com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) no valor de R$ 39,9 milhões, e 130 pelo Programa Minha Casa Minha Vida, no total de R$ 9,5 milhões.
De acordo com Claudio Rubbo, superintende regional em exercício, os valores dos imóveis em Três Lagoas estão acima da média, e este é motivo pelo qual os financiamentos individuais com recursos do SBPE têm maior aprovação em relação ao “Minha Casa Minha Vida”. Segundo ele, neste programa, o limite para empréstimo é de habitações com valor limite de R$ 60 mil reais. “Na cidade, é difícil encontrar imóveis neste valor”, explicou. E continuou: “Já o custo de residências do SBPE é, em média, de R$ 260 mil”, concluiu.

Segundo informações da CEF, dentro do Programa Minha Casa Minha Vida, ainda estão em construção 1.224 unidades habitacionais no valor de R$ 59,9 milhões, com previsão de entrega em fevereiro de 2013. Entretanto, com o objetivo de atender à demanda de clientes do programa, será assinado hoje e em janeiro de 2013 contrato para construção de 1.432 apartamentos, no valor de R$ 84,8 milhões. A entrega está prevista para junho de 2014.

Para Rubbo, o processo de industrialização de Três Lagoas, e, consequentemente, o crescimento populacional, reflete-se na necessidade de construção e compra de residências. “Por isso, novos contratos estão sendo assinados. E a previsão é de que no decorrer de 2013 outras assinaturas devam surgir”, ressaltou.

Nacional

Segundo o vice-presidente de Governo e Habitação da CEF, José Urbano Duarte, a previsão para o próximo ano é de que o crédito imobiliário do banco continue em crescimento, chegando à marca de R$ 120 bilhões em todo o Brasil. “A Caixa iniciará, em 2013, o funcionamento da processadora de crédito imobiliário. Os clientes receberão informações da situação de seus processos de financiamentos em tempo real, por meio da internet e do celular, podendo complementar documentos e informações por intermédio desses canais. Isso trará mais facilidade e modernidade no acesso ao crédito da casa própria”, ressalta.
 
De acordo com Urbano, a processadora vai disponibilizar financiamento imobiliário 24 horas por dia, sete dias por semana, levando as propostas de financiamento e sua concretização ao local onde os negócios serão realizados. Para o vice-presidente, a contratação de crédito imobiliário sem circulação de papel – o chamado Processo Zero Papel – será outro passo importante, resultando em maior agilidade na realização das operações de crédito imobiliário, grande comodidade para os clientes e redução de 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13