Rádios On-line
Caminhão de Prêmios Urna Interna
TRAGÉDIA AÉREA

Equipe do Cenipa apura causas de queda de avião que matou piloto

Corpo de vítima está em Três Lagoas para exame de DNA, segundo a Polícia Civil

28 FEV 2018 - 15h:00Por Kelly Martins

Uma equipe do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) começou a analisar, nesta quarta-feira (28), os fatores que contribuíram para a queda de um avião que matou o piloto, proprietário da aeronave, em uma fazenda, em Brasilândia. A vítima foi identificada como Danilo Carromeu Domingues, de 46 anos, morador de  Presidente Prudente (SP), e o acidente ocorreu na manhã de terça (27).

No local do acidente, a equipe do Cenipa, que integra o Quarto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa IV), composta por investigadores, coletou dados, tirou fotografias, recolheu alguns equipamentos da aeronave e ainda deverá ouvir testemunhas. Todos os detalhes vão integrar um relatório de investigação que deverá ser divulgado posteriormente pelo órgão. No entanto, ainda não há previsão para o resultado da apuração. O avião é um modelo V35B e tem prefixo PT-IEL.

O corpo carbonizado do piloto foi levado para o Instituto de Medicina e Odontologia Legal (Imol) de Três Lagoas, que realizará exame de DNA. Ele foi retirado do local do acidente quase 10 horas depois e levado por uma funerária para o Imol. Como ficou totalmente carbonizado, não foi possível fazer o reconhecimento na área e a identificação inicial, segundo a Polícia Civil, foi realizada pelo registro da aeronave na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). No registro consta o nome do piloto.

Uma pessoa da família deverá se deslocar até Três Lagoas para o exame. Com isso, a liberação do corpo do piloto não tem data prevista.  "O inquérito deve ser concluído em 30 dias, mas pode demorar mais por conta da complexidade do caso e da dependência dos exames periciais", declarou o delegado da Polícia Civil, Thiago Passos, que realiza os levantamentos técnicos no local do acidente.

Entenda o caso

Carromeu morava em Presidente Prudente e teria deixado a cidade às 7h26 [horário de SP]. O destino era o município de Coxim. A assessoria de imprensa da Força Aérea Brasileira (FAB) confirmou que a queda do avião ocorreu às 9h [horário de MS]. Um helicóptero e uma aeronave da FAB auxiliaram nos trabalhos na fazenda, que fica em uma área de difícil acesso, de acordo com a polícia.

Segundo o delegado Thiago Passos, alguns moradores da região presenciaram o momento da queda do avião e relataram que chovia forte. Também viram que o monomotor voava de forma instável. Porém, ainda não há informações se ocorreu algum problema mecânico.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13