Rádios On-line
11588
Nova Estrela 0603
TRêS LAGOAS

Escola Sem Partido é contra doutrinação e não esquerda, diz autor do projeto

Proposta visa garantir uma educação apartidária, sem doutrinação e livre de ideologias

24 ABR 2019 - 11h:00Por Ana Cristina Santos

O projeto de Lei Escola Sem Partido não foi aprovado pela Câmara de Vereadores de Três Lagoas. A proposta visa garantir uma educação apartidária, sem doutrinação e livre de ideologias.

O projeto é de autoria do vereador Renée Venâncio (PSD) e foi apresentado no ano passado. Nesta semana deveria entrar em pauta após análise da Comissão de Constituição e Justiça. (CCJ), que entendeu ser uma proposta inconstitucional.

Diante disso, vários trabalhadores em educação, contrários ao projeto, compareceram na sessão da Câmara desta terça-feira (23) para manifestar pela não aprovação da proposta.

De acordo com o presidente da Câmara, André Bitencourt (PSDB), o projeto foi retirado de pauta após ser discutido com os trabalhadores em educação.

O vereador Renée Venâncio disse que “infelizmente” as escolas foram dominadas pelo marxismo cultural, e que muitos professores são militantes. E os que não são, segundo ele, “sofrem” no ambiente de trabalho em decorrência da pressão ideológica imposta pelos professores marxistas.

Renée deixou claro que esse não é um projeto contra a esquerda, mas contra doutrinação por afrontar a liberdade dos alunos.  “Uma escola livre da imposição ideológica, é mais produtiva, gera cidadãos mais críticos, por não impor um pensamento único”, destacou.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13