Rádios On-line

Estado não faz repasse e médicos só atendem urgências e emergências

Valor total do repasse para o hospital é de R$ 1 milhão. Falta repasse de R$ 600 mil do Governo do Estado

9 JAN 2013 - 09h:15Por Redação

O governo do Estado ainda não fez o repasse no valor de R$ 600 mil para o Hospital Auxiliadora. Com isso, os médicos mantêm a decisão de não atender aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), exceto os casos de urgência e emergência. A secretária estadual de Saúde, Beatriz Dobashi, ainda não informou o motivo pelo qual o repasse não foi feito.

Segundo a secretária municipal de Saúde, Eliane Brilhante, ela conversou com Beatriz Dobashi, que passaria ontem uma informação do que ocorreu, mas somente hoje isso deve acontecer.

Enquanto o Estado não faz o repasse da verba ao hospital, o atendimento fica restrito apenas aos casos de urgência e emergência. Os demais atendimentos e procedimentos cirúrgicos estão suspensos desde segunda-feira. Na terça, quatro cirurgias eletivas tinham sido desmarcadas e ontem, cinco.

O valor total do repasse para o hospital é de R$ 1 milhão. A Prefeitura repassou R$ 400 mil na sexta-feira, entretanto, o hospital alegou que esse valor daria para quitar apenas 40% da folha de pagamento dos médicos referente ao mês de novembro. Segundo o hospital, o valor total de R$ 1 milhão é para manter o equilíbrio financeiro de suas despesas. 

O governo do Estado ainda não fez o repasse no valor de R$ 600 mil para o Hospital Auxiliadora. Com isso, os médicos mantêm a decisão de não atender aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), exceto os casos de urgência e emergência. A secretária estadual de Saúde, Beatriz Dobashi, ainda não informou o motivo pelo qual o repasse não foi feito.
Segundo a secretária municipal de Saúde, Eliane Brilhante, ela conversou com Beatriz Dobashi, que passaria ontem uma informação do que ocorreu, mas somente hoje isso deve acontecer.

Enquanto o Estado não faz o repasse da verba ao hospital, o atendimento fica restrito apenas aos casos de urgência e emergência. Os demais atendimentos e procedimentos cirúrgicos estão suspensos desde segunda-feira. Na terça, quatro cirurgias eletivas tinham sido desmarcadas e ontem, cinco.

O valor total do repasse para o hospital é de R$ 1 milhão. A Prefeitura repassou R$ 400 mil na sexta-feira, entretanto, o hospital alegou que esse valor daria para quitar apenas 40% da folha de pagamento dos médicos referente ao mês de novembro. Segundo o hospital, o valor total de R$ 1 milhão é para manter o equilíbrio financeiro de suas despesas.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13