Rádios On-line
FISCALIZAÇÃO

Estiagem intensifica queimadas e Três Lagoas já registra 305 ocorrências

Focos de incêndios estão concetrados em terrenos abandonados e às margens de rodovias que cortam a cidade

27 SET 2017 - 06h:45Por Kelly Martins

Com a diminuição de chuva entre os meses de setembro e outubro, o índice de incêndios em vegetação no perímetro urbano de Três Lagoas aumentou. Já foram registradas 305 ocorrências de focos de incêndio pelo Corpo de Bombeiros, em nove meses. O número já se aproxima ao que foi atendido pelas equipes do 5º Grupamento de Bombeiros Militar da cidade, durante 2016, em terrenos baldios, pastagens e áreas de vegetação: 400.

As queimadas estão ocorrendo em diversos pontos do município e, em apenas um dia, por exemplo, equipes foram acionadas para combater dez focos em localidades diferentes. Principalmente às margens das rodovias BR-262 e BR-158. Os bairros Vila Piloto, Cinturão Verde (área rural), Vila Alegre, Paranapungá, Parque São Carlos, Santa Rita, entre outros, tiveram registros de focos de incêndio.

A última chuva que caiu sobre a cidade foi em 19 de agosto, ou seja, são 37 dias de estiage. O calorão predomina em Três Lagoas e a temperatura chegou a 40°C, nesta semana. Até o momento nenhuma previsão de chuva. Assim, a população sofre com a fumaça e riscos à saúde.

Neste ano, o mês de maio registrou 21 casos de queimadas. Em junho foram 28 ocorrências e 77 em julho.

Multas

Em Três Lagoas é proibido atear fogo em lixo, matas, lavouras, campos alheios ou em quaisquer outros objetos, mesmos nos próprios quintais, de acordo com a lei municipal nº 2.418, de 23 de dezembro de 2009, art. 26, inciso VII. A multa é de R$ 446.

Prevenção

Para evitar o risco de incêndios, o Corpo de Bombeiros orienta a não lançar pontas de cigarro pela janela de veículos quando trafegar por rodovias, não jogar lixo em terrenos baldios e ruas – latas de metal, cacos e garrafas de vidro podem se aquecer com o sol e dar origem à queimadas e não queimar lixo e folhas secas em terrenos baldios. 

Deixe seu Comentário