Rádios On-line

Exército Brasileiro participa do enfrentamento à dengue

Equipe do Núcleo de Educação em Saúde esteve no Quartel da 2ª Companhia de Infantaria proferindo palestras

4 FEV 2013 - 10h:13Por Divulgação

O enfrentamento à dengue, promovido em Três Lagoas, por meio da Secretaria Municipal de Saúde Público, através do Setor de Vigilância em Saúde, conta com valiosa parceria nas ações de enfrentamento aos criadouros do Aedes Aegypti.

Trata-se de todo o contingente do Quartel da 2ª Companhia  (2ªCia) de Infantaria do Exército Brasileiro, comandado pelo capitão Guilherme Naves Pinheiro. 

“O enfrentamento à dengue conta com o apoio e adesão do comando, oficiais e todo o contingente da 2ª Cia de Infantaria do Exército Brasileiro”, informou o coordenador de Educação em Saúde, Fernando Garcia Brito.

Ele e sua equipe estiveram no Exercito Brasileiro, por dois dias na semana passada (29 e 30 de janeiro), proferindo palestras de Educação em Saúde, destacando orientações e  conhecimentos sobre o vetor da dengue, o mosquito Aedes Aegypti, os criadouros, como identificá-los e todas as ações que deverão ser feitas para eliminar os focos de proliferação dos mosquitos.

“Fomos bem recebidos e acolhidos pelo comando do Exército Brasileiro em Três Lagoas. Em todos os momentos em que já precisamos desta valiosa parceria, o Exército sempre teve importante presença nas nossas ações, voltadas para a Saúde”, comentou Fernando.

Para estas novas ações de enfrentamento à dengue, “o capitão Naves se manifestou sensível ao nosso apelo e se prontificou a também participar, junto com toda a comunidade três-lagoense”, anunciou.

Entre as ações que já são feitas em todas as dependências do Quartel do Exército, residências militares e ainda no Círculo Militar, na Vila Piloto, o capitão Naves determinou e designou um soldado para assumir função específica de “Agente de Saúde do Exército”, informou Fernando.

“Ele será o responsável direto para monitorar as ações de enfrentamento à dengue e deverá estar atento e vigilante para orientar e até alertar quanto à eventualidade de surgirem focos criadouros do Aedes Aegypti nas áreas de responsabilidade do Exército”, explicou o coordenador de Educação em Saúde.

Além disso, todo o contingente da 2ª Cia de Infantaria estará disponível a participar de outras ações, que deverão ser promovidas pela Secretaria Municipal de Saúde para combate à dengue, conforme anunciou o capitão Naves, “que se dispôs a colaborar como nosso parceiro, se for necessário”, informou Fernando.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13