Rádios On-line
Caminhão de Prêmios Urna Interna
ECONOMIA

Exportações de papel e celulose de MS crescem 69% nos dois primeiros meses do ano

Setor exportou o equivalente a US$ 278,1 milhões no período de janeiro e fevereiro

16 MAR 2018 - 08h:00Por Sergio Colacino

As exportações do setor de papel e celulose de Mato Grosso do Sul chegaram a US$ 278,1 milhões entre os meses de janeiro e fevereiro, um valor 69% maior se comparado aos mesmo período de 2017. Os dados fazem parte do Radar Industrial da Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul).  

Do valor total, 97,8% foram obtidos apenas com a venda da celulose (US$ 272,1 milhões). Os principais compradores foram a China, com US$ 134,5 milhões, Itália, com US$ 35,7 milhões, Holanda, com US$ 28,7 milhões, e Estados Unidos, com US$ 18,3 milhões. “No primeiro trimestre deste ano, conforme dados da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), a celulose foi o produto mais exportado pelo estado, respondendo por 41% de participação na balança comercial estadual. Condição que pode ser reforçada nos próximos meses pelo aumento do preço da celulose anunciado pela Fibria para o mês de abril”, analisou o coordenador da Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da Fiems, Ezequiel Resende.

A receita com as exportações de produtos industrializados de Mato Grosso do Sul já registra aumento de 25% no período de janeiro a fevereiro deste ano comparado com o mesmo período do ano passado, saltando de US$ 454,50 milhões para US$ 566,45 milhões. Na comparação de fevereiro de 2017 com fevereiro de 2018, a receita com a exportação de produtos industriais é ainda maior, alcançando crescimento de 56%, saindo de US$ 193,12 milhões para US$ 300,92 milhões.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13