Rádios On-line
DATERRA QUER ALUGAR MOBILE
LARANJA

Exposição excessiva ao Sol é causa do câncer de pele

Campanha é em prevenção ao câncer de pele com mutirão de atendimentos

1 DEZ 2019 - 06h:59Por Tatiane Simon

Quem mora em Três Lagoas já está acostumado com o calor e o Sol Uma das cidades mais quentes do Estado, tem mais dias ensolarados do que chuvosos ao longo do ano. Viver em uma cidade assim não é problema.
A questão mais importante é quando o morador não se atenta aos perigos que o Sol pode causar e coloca a própria saúde em risco. Ficar exposto a irradiação solar por muito tempo pode levar ao câncer de pele, segundo a dermatologista da rede pública de saúde, Maria Angélica Gorga.

“O problema do câncer de pele é o efeito do Sol prolongado. É o efeito cumulativo. Às vezes, desde a infância, as pessoas se expõem ao Sol e vai lesando a pele e o DNA até que surge o câncer no indivíduo”, explica. 

A especialista também considera a questão da predisposição genética, em alguns casos, como pessoas com pele mais clara.  E orienta: “A prevenção é para todos! Se não puder comprar um protetor solar, então o ideal é que evite a exposição solar das 9h às 15h. Além disso, usar chapéu ou boné e sombrinhas para se  proteger. O adulto também deve estar atento às crianças e não deixarem expostas à irradiação solar por muitas horas seguidas.

MUTIRÃO

O câncer da pele pode se assemelhar a pintas, eczemas ou outras lesões benignas. Por isso, é importante lembrar, que apenas exames feitos por um especialista são capazes de diagnosticar o câncer da pele de forma preventiva e estabelecer o tratamento a ser seguido. Com foco nesse diagnóstico rápido  é que Três Lagoas adere ao mutirão preventivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia no próximo sábado (7), no Centro de Especialidades Médicas.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13