Rádios On-line
11588
Nova Estrela 0603
INDúSTRIA

Fabricação de celulose teve o maior crescimento no Estado nos últimos nove anos

Dados constam na Pesquisa Industrial Anual de 2017, divulgada nesta semana pelo IBGE

8 JUN 2019 - 07h:10Por Ana Cristina Santos

A participação de Mato Grosso do Sul no VTI (Valor da Transformação Industrial) da Região Centro-Oeste passou de 15,5% em 2008 para 24,9% em 2017. Esse aumento, o mais expressivo da região, tem ligação com o fortalecimento e expansão da fabricação de celulose, papel e produtos de papel através das fábricas instaladas em Três Lagoas. Em 2008 o VTI da produção de celulose era de R$ 54,4 milhões e, em 2017, passou para R$ 4,4 bilhões - aumento bruto de cerca de 8.150%.

Os dados constam na Pesquisa Industrial Anual de 2017, divulgada nesta quinta-feira (6) pelo IBGE, com  informações da linha de produção das indústrias com cinco ou mais pessoas ocupadas, com informações de quantidades produzidas e vendidas e valores praticados.
A análise dos resultados mostra que a produção de alimentos perdeu relevância nos últimos 10 anos no Estado, passando de 56,23% para 50,36% de participação. 

A participação da cadeia de celulose teve aumento significativo, de 0,86% para 13,43%. Já a fabricação de produtos derivados de petróleo e de biocombustíveis passou de 5,98% para 13,70%. A soma destas três atividades é responsável por 77,5% do total da receita líquida de vendas no Estado.

A pesquisa detectou 1.775 indústrias ativas com cinco ou mais trabalhadores em 2017, que ocuparam 90.848 pessoas e pagaram R$ 3 bilhões em salários. Sua receita líquida de vendas foi de R$ 46,9 bilhões. Considerando-se as variações desde 2008, a indústria sul-mato-grossense cresceu 30,6% em número de unidades. Em relação ao ano de 2016, houve uma redução de 27 unidades. (Ana Cristina Santos)

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13