Rádios On-line

Falha na rede elétrica causa transtornos a comerciantes da área central

O transformador que distribui energia elétrica para os estabelecimentos comerciais não suporta a carga e, por isso, constantemente, há queda de energia, segundo informação dos lojistas

16 MAR 2013 - 10h:20Por Redação

Comerciantes da rua Monir Thomé, nas proximidades do número 300, reclamam da má qualidade dos serviços prestados pela Elektro. A queixa já foi feita à central de atendimento inúmeras vezes, via telefone (0800), segundo informações do sócio-proprietário da Comercial Elétrico, Marco Aurélio Hilário Pinto Borges. Apesar disso, ele diz que até agora não foi tomada nenhuma providência.

De acordo com Borges, o transformador que distribui energia elétrica para os estabelecimentos comerciais não suporta a carga, e, constantemente, há queda de energia. Esta falha no fornecimento de energia, segundo o sócio-proprietário, tem prejudicado as vendas em sua loja, uma vez que o atendimento ao cliente é vinculado à tecnologia. “Sem energia não é possível verificar preço nos computadores, não há como fazer recebimento, principalmente com cartão de crédito. Estamos reféns da energia”, pontuou.

Conforme Borges, entre os anos de 2012 e 2013, o transformador foi trocado três vezes pelos funcionários da Elektro, mas o problema da falta de energia em horário comercial continua. Ele conta também que os fusíveis queimam com frequência. Outra reclamação é que a manutenção é feita sem aviso prévio aos comerciantes, além de ser em horário de funcionamento do comércio. “Eles não têm a cautela de programar a troca de equipamentos nos períodos em que o comércio está fechado ao público”, ressaltou.

Outro estabelecimento comercial que sofre com o problema da queda de energia é a Farmácia Odeon. Segundo o gerente Paulo Luiz Dutra Vieira, todas as vezes em que acaba a energia é um transtorno. Ele explica que medicamentos como insulina, por exemplo, precisam ficar armazenadas em geladeira. No estabelecimento, há uma grande quantidade desse medicamento porque a Odeon atende à comunidade do programa federal Farmácia Popular. “Porém, todas as vezes em que acaba a energia é necessário colocar este produto em caixas térmicas com gelo e levar até a casa do proprietário, e de lá transferir as ampolas para a geladeira. É um trabalho imenso. Além disso, o cliente chega à farmácia para adquirir a insulina, e aí o produto não está aqui para entregarmos. É difícil”, desabafou.

Conforme os comerciantes, às vezes eles chegam a ficar até quatro horas sem energia. Ressaltaram também que o problema é constante. A categoria acredita que o transformador está sobrecarregado e o ideal é instalar mais um equipamento devido ao crescimento da cidade e ao consequente surgimento de novos pontos comerciais na mesma área. Além disso, a maioria dos lojistas instalou ar-condicionado, computador, entre outros equipamentos eletrônicos.

ELEKTRO
Mas, de acordo com a consultoria institucional da Elektro, o setor especializado analisou o transformador e constatou que não há necessidade de instalação de outro equipamento, pois o atual está dentro dos parâmetros estabelecidos de carregamento.

A consultoria explicou também que foram realizados alguns reparos na rede elétrica. Por exemplo, no dia 13 de dezembro do ano passado, foi feita a substituição do transformador devido a um vazamento de óleo. No dia 9 de março de 2013, o novo transformador instalado apresentou vazamento de óleo nas buchas e foi substituído por um equipamento novo. Após dois dias, ocorreu a queima de um elo fusível do setor (causa não identificada).

Quanto à reclamação dos comerciantes de que a manutenção na rede é realizada em horário comercial sem aviso prévio, a consultoria ressalta que as intervenções, quando ocorrem de forma não programada, são para evitar danos maiores aos clientes, porém a Elektro sempre prioriza o atendimento programado com aviso prévio a seus clientes.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13