Definir Três Lagoas como sua cidade padrão?

Sim Não
Rádios On-line
8515
Território Teen

Falta de sinalização e respeito agrava trânsito

Em Três Lagoas ciclistas e pedestres são vítimas do trânsito. Ciclovias não atenuam o problema.

21 NOV 2008 - 07h:00Por Redação

As ciclovias construídas em Três Lagoas, ao longo das avenidas, deveriam servir como solução para o trânsito local, mas o desrespeito às leis, a maneira de se conduzir os veículos - seja a própria bicicleta, automóveis, motos, e até mesmo a falta de atenção dos pedestres - acabam fazendo com que estas vias se tornem um risco aos usuários.

Roosevelt Santana tem uma garagem de automóveis no cruzamento da Filinto Muller com Capitão Olyntho Mancini. Ele afirma que todos os dias presencia acidentes no local. “Aqui é complicado, todos os dias alguém é atropela ou se envolve em algum tipo de acidente. Deve ser porque a sinalização é deficiente e o pessoal também abusa um pouco”, avalia Santana.

O crescimento da cidade, resultando em aumento no número de veículos e ciclistas são outras agravantes. Igor Macedo da Silva – ciclista – soma-se aos insatisfeitos com o trânsito local, critica a falta de sinalização e vai mais longe. Ele diz que a violência das ruas já fez vítima à sua mãe. “Minha mãe se acidentou aqui e teve fratura grave no joelho. Ela está se recuperando, mas foi atropelada no cruzamento da ciclovia com a Capitão Olyntho Mancini”, protesta o rapaz, que pede providência às autoridades competentes.

Os proprietários de automóveis e motocicletas têm responsabilidade direta nas estatísticas de acidentes. A falta de educação, paciência e a distração no volante, por uso de celular ou qualquer outro aparelho eletrônico, elevam os índices. “Os carros e motos atravessam a Felinto Muller a toda, nem olham para o lado. Não tão nem aí para o pedestre ou para o ciclista”, reclama Silva.

Ronam Rodrigues, de 15 anos, diz que todos os dias é obrigado a utilizar a via para chegar ao curso de informática e que também presencia acidentes aos montes ao longo da ciclovia. “Nunca me acidentei, mas já vi diversos acidentes nos cruzamentos da ciclovia com as ruas que cortam a via exclusiva para bicicletas”, garante o garoto.

A situação do trânsito poderia ser melhorada apenas se tomadas mediadas simples: sinalização correta, leis mais rigorosas, cuidado e respeito por parte dos motoristas. Em Três Lagoas, como nas demais cidades do Brasil, se, não, raras exceções, pedestres e ciclista são os mais desfavorecidos quando expostos ao trânsito. Basta você tentar atravessar qualquer rua ou, de uma esquina a outra, para perceber que as vias largas e sem moderador de velocidade auxiliam o desrespeito. Soma-se a isso a falta de fiscalização e punição por parte das autoridades aos condutores.

Jonaldo Ribeiro da Silva se indigna quando perguntado sobre a condição do trânsito da cidade. “A gente tem que ter atenção ou então morre de graça. Se tivesse pelo menos mais semáforos, pode ter certeza que os acidentes diminuiriam. Aqui (na cidade) carro não respeita moto, que não respeita bicicleta, que não respeita pedestre, que não respeita sinalização, resultado, acidentes”, finaliza Silva.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
Dá Negócio
6864