Rádios On-line
8833
BASTIDORES

Falta pouco para o selo de pacificação entre câmara e prefeitura

Leia essa e outras notas na Coluna Observatório

29 DEZ 2018 - 09h:13Por Da redação

HARFOUCHE
O procurador de Justiça, Sérgio Harfouche, candidato derrotado ao Senado, pelo PSC, neste ano, vai pedir autorização do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul para assumir a Secretaria Nacional dos Direitos da Infância e do Adolescente no governo de Jair Bolsonaro. O TJ impede que procuradores ocupem cargos políticos. Outra saída é se exonerar.

SILÊNCIO
Dois ex-vereadores têm sido vistos mais perto do governo do prefeito de Três Lagoas, Ângelo Guerreiro (PSDB), que de costume.  Jorge Martinho (PSD) e Jurandir Nuna Viana (MDB) - ex-colegas dos tempos da vereança. Mas, sobre isso, não sai uma palavra sobre o fato. Tudo quieto.

PELA PAZ
Falta pouco para o selo de pacificação entre Câmara e Prefeitura de Três Lagoas. Os mandatários dos Poderes pregam harmonia, trabalho pela cidade e fim das desavenças. Por isso, falta pouco para o retorno à normalidade.

MUDANÇAS
O primeiro escalão do governo do Estado terá nove secretarias. As mudanças serão no comando da Administração, Finanças, Saúde e Infraestrutura. Em Três Lagoas, grande expectativa também para as possíveis mudanças no primeiro e segundo escalão da administração de Ângelo Guerreiro (PSDB).

CARGOS
Principais coordenadores da campanha à reeleição de Reinaldo Azambuja (PSDB), Sérgio de Paula e Carlos Alberto de Assis, ambos do PSDB, terão cargo no próximo governo tucano. Eles vão responder pela articulação política da administração do PSDB. O senador Pedro Chaves (PRB), que não saiu candidato nas eleições deste ano, deve ser o responsável pelo escritório de representação do governo de Mato Grosso do sul em Brasília. 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13