Rádios On-line
CONDENAÇÃO

Fazendeiro acusado de crime pega 14 anos de prisão

Ercílio Priviatelli foi julgado pela 2ª vez por assassinato cometido há 13 anos

13 FEV 2020 - 08h:03Por Valdecir Cremon

A Justiça de Três Lagoas condenou o fazendeiro Ercílio Priviatelli, de 66 anos, a 14 anos de reclusão em julgamento realizado nesta quarta-feira (12) no Fórum da cidade. Priviatelli é acusado de homicídio doloso, cometido em 2007, numa estrada rural entre Três Lagoas e Brasilândia, por motivos de ciúme. O trabalhador rural José Cícero de Oliveira, morto com um tiro e que teve o corpo carbonizado, teria um relacionamento amoroso com a mulher do fazendeiro, segundo o processo.

Apesar da condenação, Privatelli poderá recorrer em liberdade.

Foi a segunda vez que o tribunal condenou o fazendeiro pelos crimes. A primeira foi em 2016, também a 14 anos, mas o julgamento foi anulado pelo Tribunal Federal de Recursos a pedido da defesa, que contestou provas obtidas pela Polícia Civil e o Ministério Publico.

A perícia apontou a localização de amostras de sangue de José Cícero em um óculos e nas roupas de Priviatelli. Também foi encontrado "material genético" do fazendeiro na picape do trabalhador.

O júri desta quarta-feira foi marcado, primeiro, para maio do ano passado, mas foi adiado a pedido da defesa.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13