Rádios On-line
PMA

Fazendeiro é multado em R$ 23,9 mil por degradação ambiental

Multa foi aplicada pela Polícia Militar Ambiental de Três Lagoas (PMA)

9 FEV 2018 - 08h:00Por Kelly Martins

Um fazendeiro, de 60 anos, foi multado pela Polícia Militar Ambiental de Três Lagoas (PMA), em R$ 23,9 mil por degradação ambiental. Ele possui uma propriedade em Inocência, que foi fiscalizada após denúncia. Lá, os policiais constataram, na quarta-feira (7), áreas de preservação permanente, corte de árvores isoladas para a exploração de madeira. O dono ainda incendiou parte da madeira retirada, sem autorização ambiental.

Na fazenda, segundo a PMA, ainda havia um curso d’água natural e o gado era mantido nas matas ciliares. Não havia cerca de proteção e, devido o rebanho ter acesso ao córrego, a área estava degradada pelo pisoteio dos animais. A falta de conservação fez com que surgisse processos erosivos, carreando sedimentos e causando assoreamento do córrego.

As atividades na propriedade foram paralisadas. O fazendeiro foi autuado administrativamente e responderá por crimes ambientais de degradação de área de preservação permanente (APP), com pena de um a três anos de detenção. Também por exploração ilegal de madeira, com pena prevista de seis meses a um ano de detenção.

 

Deixe seu Comentário