Rádios On-line
FIQUE ATENTO

Feriadão força campanha de vacinação contra gripe terminar mais cedo em Três Lagoas

Campanha nacional encerra nesta sexta-feira (1º), segundo Ministério da Saúde

29 MAI 2018 - 15h:00Por Tatiane Simon

A campanha de vacinação contra a gripe será encerrada na próxima sexta-feira (1º) em todo o país, segundo Ministério da Saúde. Em Três Lagoas, no entanto, termina mais cedo. A campanha no município encerra nesta quarta-feira (30), véspera do feriado de Corpus Christi, de acordo com a administração municipal.

Como a prefeitura de Três Lagoas decretou ponto facultativo para sexta-feira, dia 1º de junho, os postos de saúde permanecerão fechados. Com o feriado prolongado, as unidades de saúde retornam às atividades somente na segunda-feira (4).

De acordo com a assessoria de comunicação da prefeitura, mesmo faltando dois dias para o fim da campanha, não falta doses da vacina em nenhum posto de saúde da cidade e, portanto, não é motivo de correria para quem deixou para os últimos dias.

A orientação do Setor de Imunização, ligado à Secretaria Municipal de Saúde, é que o morador verifique qual o horário de vacinação da unidade de saúde mais próxima de onde reside.

Segundo estimativas da pasta, a população estimada, que constitui a soma das pessoas dos grupos prioritários de risco, é de 23.391 pessoas. Desse total, até sexta-feira passada (25), 13.030 pessoas haviam sido vacinadas contra a gripe, o correspondente a uma cobertura de 55,71%.

Público

Devem receber a dose crianças de 6 meses a menores de 5 anos, idosos a partir de 60 anos, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais também devem ser imunizadas. Neste caso, é preciso apresentar uma prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle de doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) devem procurar os postos em que estão registrados para receber a dose.

Casos

Exames laboratoriais confirmaram que duas pessoas contraíram o vírus influenza A H1N1 em Três Lagoas neste ano. De janeiro até agora, o município registrou 12 casos notificados de síndrome respiratória aguda e uma morte. Desse total, dois casos foram confirmados como H1N1 e um caso como influenza A não subtipado.

Essa teria sido a causa da morte de um idoso no início do mês. Os dados constam no boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde desta semana, que confirmou dez mortes por gripe no Estado neste ano.

Em todo o Mato Grosso do Sul, até agora, foram notificados 351 casos de síndrome respiratória aguda, com 47 confirmados. Do total de casos confirmados, 16 foram de influenza A H1N1, 26 de H3N2, 2 de influenza A não subtipado e 3 de influenza B.

O último boletim do Ministério da Saúde aponta que, até 19 de maio, foram registrados 1.678 casos de influenza em todo o país, com 280 óbitos. Do total, 1.022 casos e 178 óbitos foram pelo vírus H1N1, além de 329 casos e 52 óbitos de H3N2. Há ainda o registro de 184 casos de influenza B, com 22 óbitos, e 143 casos de influenza A não subtipado, com 28 óbitos.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13