Rádios On-line
8056
Prefeitura Nome Limpo
HORIZONTE 2

Fibria e terceirizadas já contrataram mais de 80% da mão de obra para novo projeto

De acordo com a empresa de celulose, 70% das vagas para o Projeto Horizonte 2, foram ocupadas por trabalhadores locais

7 AGO 2017 - 19h:20Por Otávio Neto

A Fibria e as empresas terceirizadas que atuam em Três Lagoas e nos municípios da Costa Leste prestando serviços nas áreas de floresta e indústria já recrutaram, selecionaram, treinaram e contrataram mais de 80% da mão de obra que será utilizada na segunda linha de produção da Fibria, o chamado projeto Horizonte 2. A obra, orçada em R$ 7,5  bilhões prevista para ser concluída nos próximos dias vai gerar cerca de três mil novos postos de trabalho na região, diretos e indiretos.  Levantamento feito pelo site JPNews constatou que já foram contratados até agora pelo menos dois mil e quatrocentos trabalhadores. De acordo com a Fibria, 70% das vagas disponibilizadas, foram ocupadas por profissionais que vivem nas cidades da Costa Leste. Além disso, 90% das pessoas recrutadas desde o início de 2016, quando a empresa iniciou a seleção e treinamento de pessoal, conseguiram ser efetivadas nas vagas oferecidas.

Ainda de acordo com a Fibria, houve uma importante e significativa diminuição na importação de mão de obra. A empresa destacou que Três Lagoas e região conseguiu oferecer profissionais suficientes para atender a demanda da nova linha de produção de celulose. Para o projeto florestal, foram contratados profissionais das cidades de Àgua Clara, Brasilândia e também de Três Lagoas. Para atender a demanda de eucalipto para a nova planta, a Fibria precisou se antecipar e ampliar sua área de floresta. Isso exigiu, segundo a empresa, recrutamento e qualificação antecipada dos trabalhadores. Foi preciso dar forma a essa fase, bem antes da nova fábrica entrar em operação.

Arnaldo Milan, gerente de Desenvolvimento Humano Organizacional da Fibria, destacou que a empresa precisou se antecipar em diversas áreas para conseguir atender o crescimento da demanda industrial e florestal. “Não basta apenas encontrar a pessoa certa para ocupar os postos de trabalho que disponibilizamos. É preciso ainda, treinar a pessoa certa”, lembrou. Arnaldo ressaltou que o programa de qualificação oferecido pela empresa em parceria com o Senai foi essencial para suprir as necessidades da Fibria e das empresas terceirizadas. Os selecionados receberam ajuda de custo para se dedicar exclusivamente a capacitação. “Buscamos preencher as vagas disponíveis no Projeto Horizonte 2, com homens e mulheres estabelecidos na Costa Leste. Atualmente quem ainda não está desenvolvendo as atividades pela qual foram contratados, estão aptos a iniciar suas atividades na nova planta. Estamos prontos para ampliar nossas operações em Três Lagoas”, enfatizou.

Cerca de seiscentas vagas de motorista ainda serão ocupadas nos próximos meses. Ainda de acordo com a Fibria, as empresas terceirizadas e que devem contratar esses profissionais, já identificaram, recrutaram e vão convocar os trabalhadores, de acordo com o aumento da produção.

Sobre a Fibria

Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria é uma empresa que procura atender, de forma sustentável, à crescente demanda global por produtos oriundos da floresta plantada. Com capacidade produtiva de 5,3 milhões de toneladas anuais de celulose, a companhia conta com unidades industriais localizadas em Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Três Lagoas (MS), além de Eunápolis (BA), onde mantém a Veracel em joint-operation com a Stora Enso. A companhia possui 1,056 milhão de hectares de florestas, sendo 633 mil hectares de florestas plantadas, 364 mil hectares de áreas de preservação e de conservação ambiental e 59 mil hectares destinados a outros usos. A celulose produzida pela Fibria é exportada para mais de 35 países. Em maio de 2015, a Fibria iniciou a expansão da unidade de Três Lagoas, que terá uma nova linha com capacidade produtiva de 1,95 milhão de toneladas de celulose por ano.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
Dá Negócio
6651