Rádios On-line

Fibria investe quase R$ 4 mi em projetos sociais

São 22 projetos que vão beneficiar aproximadamente 18 mil pessoas nas comunidades de Três Lagoas, Brasilândia, Selvíria, Ribas do Rio Pardo e Água Clara

21 MAR 2013 - 09h:55Por Arthur Freire/JP

A coordenadora de Sustentabilidade de São Paulo e Mato Grosso do Sul, Flávia de Carvalho Oliveira Tayama, apresentou os projetos sociais da Fibria para este ano. A apresentação foi realizada na manhã de ontem, no saguão do hotel OT, numa coletiva para a imprensa.

Conforme a coordenadora, a Fibria vai investir R$ 3.349.945 em 22 projetos distribuídos nos municípios de Três Lagoas, Brasilândia, Selvíria, Ribas do Rio Pardo e Água Clara. Aproximadamente 18 mil pessoas serão beneficiadas com esses projetos.

Segundo informações da empresa, o investimento para este ano aumentou mais de R$ 1 milhão em relação a 2012. Já o número de projetos saltou de nove para 22. Eles estão divididos em nove linhas de atuação, entre elas educação, cultura, esporte, desenvolvimento local, abastecimento alimentar, plano sustentável indígena etc.

De acordo com Flávia, os projetos são desenvolvidos a partir de parcerias que envolvem os governos federal e estadual, prefeituras, instituições e representantes da sociedade civil, além da participação fundamental da comunidade. A coordenadora acredita que, desse modo, exista uma grande contribuição para o desenvolvimento sustentável da região. 

PROJETOS
Em Três Lagoas, a Fibria investe em projetos rurais, como por exemplo, em Apicultura, no Entreposto de Pescadores do Jupiá e no Laticínio de Arapuã. Já na área de educação, destaca-se o Inclusão Digital II e, no setor cultural, o Arte no Bairro, Musicando Talentos, entre outros projetos.

Segundo o produtor rural Manoel Pereira, no assentamento 20 de Março os projetos rurais voltados para a agricultura familiar são positivos. Ele planta nas “entrelinhas” do eucalipto legumes e tubérculos como abóbora e mandioca. Uma parte da produção é vendida e a outra é consumida por sua família. 

Para o consultor Rafael da Silva, a integração entre lavoura e floresta é uma experiência que deu certo.

Na opinião de Flávia, a Fibria é uma empresa genuinamente feita por pessoas e para as pessoas conscientes da interdependência com o meio ambiente e a sociedade. “Temos compromisso com os empregados e famílias, comunidades, acionistas e sociedade civil”, finalizou.

Deixe seu Comentário

RCN LIVE EUGENIO MUSSAK

TVC Canal 13