Rádios On-line

Focos de Aedes aegypti estão em residências de Três Lagoas

O Setor de Vigilância Sanitária e Endemias recebe diariamente mais de uma denúncia de casas que possuem focos

24 DEZ 2015 - 09h:09Por Ariane Pontes

A maioria dos focos de Aedes aegypti está nas residências, segundo informou o Setor de Vigilância em Saúde e Saneamento de Três Lagoas. Do total de criadouros identificados, 80% estão dentro das casas. 

Interlagos, Santo André, Nossa Senhora das Graças, Nossa Senhora Aparecida, Santa Luzia, Santa Terezinha e Vila Haro são os bairros onde foi localizado maior número de criadouros do mosquito.

O Setor de Vigilância Sanitária e Endemias recebe diariamente mais de uma denúncia de casas que possuem focos.  A média mensal é de 52 reclamações. 

Ainda segundo dados da Vigilância, 40,5 % dos focos estão em pequenos depósitos móveis (vasos/frascos com água, pratos, garrafas, recipientes de gelo em geladeiras etc). Outros 27% estão em  tanques em obras, borracharias, calhas, lajes e toldos sem desníveis, ralos, sanitários em desuso, piscinas não tratadas, floreiras e cacos de vidro em muros. Além disso, 21,6% se encontra em recipientes de lixo.

Deixe seu Comentário