Rádios On-line
Caminhão de Prêmios Urna Interna
SAúDE

Fotoenvelhecimento: livre-se dele já!

Problema causa perda da elasticidade, manchas, rugas e a alteração da superfície da pele, que pode ficar áspera e ressecada

10 DEZ 2017 - 08h:00Por Tatiane Simon

Com o avanço da idade a pele começa a sofrer alterações que modificarão seu aspecto gradativamente, caracterizando o envelhecimento cutâneo. O envelhecimento intrínseco é decorrente do desgaste natural do organismo, influenciado pela predisposição genética. Já o envelhecimento extrínseco, ou fotoenvelhecimento, segundo a médica Lilian Alves Camargo, é aquele decorrente do efeito da radiação ultravioleta, somado aos efeitos do estresse, do fumo, da alimentação e atividades físicas entre outros, sobre a pele durante toda a vida. 

A pele fotoenvelhecida tem como característica a perda da elasticidade, manchas escuras ou claras, rugas finas e profundas e a alteração da superfície da pele, que pode se apresentar mais áspera, ressecada e descamativa. A principal forma de prevenir o envelhecimento da pele é a proteção solar, que deve ser iniciada na infância. 

A especialista reforça que para aquelas pessoas que já sofreram a ação do sol e apresentam os sinais do envelhecimento cutâneo, além da proteção solar, o uso de algumas substâncias na forma de cremes, loções ou géis podem, a médio ou longo prazo, reverter alguns dos efeitos do fotoenvelhecimento. De acordo com Aline Alves Moreira, produtos contendo ácido retinoico, adapaleno, ácido glicólico ou outros alfa-hidroxiácidos são utilizados para melhorar o aspecto da pele envelhecida, aumentando sua hidratação, corrigindo alterações de superfície, atenuando as manchas e melhorando a sua elasticidade. Ela explica que estas substâncias atuam na pele estimulando a renovação celular de sua camada mais externa, reestruturando o colágeno e as fibras elásticas.

Peeling Químico 
Compreende a aplicação de um ou mais agentes químicos que levem a destruição controlada da pele, resultando na remoção da epiderme ou das porções superiores da derme. “Vários ácidos têm sido empregados, sendo o retinoico um dos principais, reduzindo a espessura da epiderme, asperezas e manchas, redensificando a derme e ajudando na reestruturação do colágeno, com efeito lifting’’, pontua doutora Aline. Associação de diferentes ácidos confere melhores resultados com menor índice de efeitos adversos, são os peelings combinados.

Injetáveis 
São procedimentos indicados a cada paciente de forma individualizada, levando em consideração a expectativa e possibilidade do mesmo. São realizados de maneira asséptica, com utilização de anestesia tópica, com retorno das atividades habituais em seguida. Entre eles, a Toxina Botulínica já é utilizada amplamente para amenizar rugas dinâmicas e marcas de expressão. O início do efeito geralmente ocorre em três dias, com reaplicação opcional a cada quatro a seis meses. Hoje é realizado de maneira preventiva em idades cada vez mais precoces.

O Ácido Hialurônico age como preenchedor facial atuando de forma a corrigir sulcos, rugas e depressões. Pode ser aplicado em sulcos periorais, para correção de olheiras, modelando a estrutura nasal, até mesmo corrigindo o dorso das mãos. É constituinte natural de sustentação da pele, absorvível, com durabilidade de oito meses a um ano. “O resultado tende a ser imediato ou em até 15 dias devido à incorporação de água na estrutura do preenchedor. Além disso, dispomos de uma inovação, o Ácido Polilático Sculptra, um potente estimulador da proliferação celular, aumentando a produção de colágeno, também um preenchedor natural e volumizador facial, corrigindo a flacidez da face, pescoço, coxas e nádegas, além de restaurar o volume do dorso das mãos. Geralmente em aplicações a intervalos mensais com resultado final em seis meses, mantendo longa duração de até dois anos. No entanto, estas substâncias devem ser utilizadas com cautela, pois podem acarretar efeitos colaterais se utilizadas de forma inadequada”, complementa a doutora Lilian. 

A especialista alerta ainda que, antes de iniciar um tratamento, deve ser feita uma avaliação da pele por um médico, que é o profissional capacitado para indicar o tipo de produto e a concentração mais apropriada para cada pessoa, de acordo com o seu tipo de pele e grau de comprometimento.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13