Definir Três Lagoas como sua cidade padrão?

Sim Não
Rádios On-line
8661
SESI Matrículas
INVESTIGAÇÃO

Golpe do 'falso médico' em Três lagoas pode ser aplicado por quadrilha de MT

Polícia Civil abriu inquérito para apurar casos registrados em Três Lagoas

8 AGO 2017 - 10h:30Por Kelly Martins

A Polícia Civil de Três Lagoas abriu inquérito para investigar se os golpes aplicados em famílias de pacientes internados em hospitais, no município, foram feitos por uma quadrilha com atuação em Mato Grosso. Alguns integrantes da organização criminosa foram presos em Rondonópolis (MT), no mês de julho, e outros atuavam de dentro de presídios.

Ao JPNEWS, o delegado Messias Pires, titular da 1ª Delegacia de Polícia Civil, explicou que a relação dos crimes se dá após constatação do número de telefone registrado no celular das vítimas do golpe do “falso médico”, em Três Lagoas. “Os bandidos fizeram várias ligações para familiares de pacientes e retornamos o contato. A pessoa que atendeu [criminoso] é integrante da quadrilha e está presa em Rondonópolis. Conseguimos obter essa informação. Então tudo levar a crer que a mesma quadrilha está atuando em diversos estados”, observou o delegado.

Outra questão, pontua Pires, é que as ações criminosas são parecidas. Segundo a Polícia Civil, a quadrilha aproveita da fragilidade dos familiares e dos pacientes internados, tendo acesso privilegiado a informações, como dados pessoais, contato de familiares e tipo de plano de saúde. Eles entram em contato com os parentes noticiando um suposto procedimento médico de caráter emergencial, sendo necessário depósito em conta bancária para que fosse viabilizado. Em uma ligação, o número da conta bancária era fornecido pelo bandido para depósito por parte das vítimas.

Em Três Lagoas, uma mulher caiu no golpe e perdeu R$ 1,8 mil. Ela recebeu a ligação e estava com o marido internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em um dos hospitais. Outra moradora só não perdeu R$ 4 mil porque desconfiou da ligação e procurou a delegacia. “Por meio do número que ligou para ela, descobrimos que se tratada de uma ação criminosa”, disse o delegado. Ele frisa ainda que está apurando de que forma os criminosos obtêm informações sigilosas dos pacientes.

ALERTA!

O Hospital Auxiliadora emitiu alerta à população e informa que os funcionários da unidade de saúde não realizam contato com por telefone ou whatsapp com familiares de pacientes para solicitar depósitos ou pagamento de qualquer tipo de exame. “Fique atento não faça depósito sem checar com o hospital ou seu plano de saúde. Caso o paciente esteja internado pelo SUS, todos os procedimentos são realizados gratuitamente. Caso receba este tipo de ligação, por gentileza, comparecer imediatamente  ao Hospital Auxiliadora, nos setores de Serviço Social, Ouvidoria, Psicologia para confirmarem as informações e receber orientações”, consta trecho da nota de alerta.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
Dá Negócio
6864