Rádios On-line
GOLPE VIRTUAL

Golpistas miram redes sociais e fazem vítimas em Três Lagoas

Novo golpe em Três Lagoas clona o WhatsApp dos usuários; em outras cidades golpe é de oferta de emprego pelo Facebook

2 JUL 2019 - 17h:00Por Danielle Leduc

Os golpes virtuais estão se tornando cada vez mais comuns em Três Lagoas. De acordo com o delegado Messias Pires, da 1ª Delegacia da Polícia Civil, a cidade registra cerca de uma ocorrência de algum tipo de golpe virtual por dia, principalmente o de estelionato.

Em Três Lagoas, o tipo de golpe virtual mais comum entre os moradores se dá através do WhatsApp, segundo o delegado. Na prática, os hackers, a partir de uma ligação feita entre o golpista e a vítima, conseguem clonar as contas para pedir dinheiro a parentes e amigos das vítimas. O esquema consegue tirar do ar o celular da vítima e assim assumir a conta e enviar mensagens aos seus amigos e parentes, solicitando transferências bancárias.

De acordo com o delegado Messias Pires esclarece, golpe virtual pode ser enquadrado em vários crimes, o mais comum é o estelionato. Pires também orienta que a vítima deve guardar todo tipo de provas que ajudem na investigação. "Aparece uma vantagem na internet e você já passa todos os seus dados, endereço, tem que tomar cuidado no site", alerta delegado.

O advogado Alex Ramires explica que depois de entrar na justiça e comprovar a fraude, a vítima pode ser ressarcida pela instituição financeira ou loja. "O consumidor tem direito, ingressando na justiça, e comprovada a fraude, ele tem direito de ser ressarcido. E ai, essas entidades depois podem por meio de uma via regressiva, percorrer um caminho inverso até o estelionatário", diz Ramires.

Caso

O caso mais recente em Três Lagoas ocorreu na semana passada quando um morador, de 43 anos, denunciou à Polícia Civil que teve o WhatsApp clonado e que os criminosos pediram dinheiro para contatos deles através do aplicativo de mensagens. Ele registrou um boletim de ocorrência por estelionato na 1ª Delegacia de Polícia Civil.

Segundo o registro, o homem recebeu uma ligação e a pessoa se identificou como funcionário de uma empresa virtual de compra e venda de veículos e que o assunto era sobre um anúncio feito pela vítima de uma moto no site. Durante a conversa, o golpista pediu que a vítima informasse um código que receberia pelo WhatsApp.

Mais redes sociais

Nacionalmente um novo golpe está sendo realizado através de um link criado por hackers com falsas ofertas de emprego, tem sido divulgado no Facebook, e é capaz de roubar a conta de usuários na rede social.

O golpe funciona assim: para se candidatar as supostas vagas de emprego, o interessado precisa copiar um código e colar no navegador, o que libera o acesso dos criminosos a conta do Facebook da vítima.

Além disso, a página ainda oferece falsas promoções de aplicativos de filmes e música de graça. Neste caso, a vítima é induzida a inserir dados pessoais, como CPF, RG, e-mail e nome completo.

Confira a reportagem:

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13
  • Programas: