Rádios On-line

Governo amplia incentivos fiscais para construção de fábrica de fertilizantes

Valor foi divulgado, ontem, pelo governador André Puccinelli

17 JAN 2013 - 09h:44Por Redação

Os incentivos fiscais do governo do Estado para a construção da fábrica de fertilizantes (UFN III) da Petrobras, em Três Lagoas, estão em torno de R$ 2,2 bilhões. O valor foi divulgado, ontem, pelo governador André Puccinelli (PMDB), em entrevista à imprensa. 

Na terça-feira, o governador esteve na sede da Petrobras, no Rio de Janeiro, onde assinou a concessão de Regime Especial de Tratamento Tributário Diferenciado para a UFN III. Segundo Puccinelli, o documento assinado ampliou os incentivos fiscais por parte do governo do Estado de 75% para 90%.

Um dos fatores importantes para a instalação da unidade que a Petrobras está construindo em Três Lagoas é o fato de a fábrica suprir de ureia a demanda de insumo da produção agrícola nacional, conforme ressaltou o governador André Puccinelli, ao destacar o incentivo concedido pelo Estado para a planta industrial.

O governador disse que estados como o próprio Mato Grosso do Sul e o vizinho Mato Grosso serão dois dos grandes consumidores da produção da nova unidade. “Praticamente toda a produção dessa fábrica vai ser consumida próximo do local de fabricação”, comentou o governador. 
A unidade entrará em operação em 30 de setembro de 2014. A UFN III terá capacidade de produção de 1.210.000 toneladas de ureia e 761 mil toneladas de amônia por ano. A nova fábrica será a maior unidade de fertilizantes nitrogenados da América Latina e dobrará a produção nacional de ureia. O investimento é de R$ 3,567 bilhões.  

Cerca de três mil pessoas trabalham na obra de construção da fábrica em Três Lagoas. No pico de construção da obra, previsto para ocorrer em julho deste ano, segundo a assessoria da Petrobras, serão gerados sete mil empregos diretos. Na fase de operação, a unidade de fertilizantes irá oferecer 510 postos de trabalho.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13