Rádios On-line
TRÂNSITO QUE MATA

Governo quer criar metas para reduzir número de vítimas em acidentes

Proposta prevê metas que, ao longo de dez anos, possam ajudar a reduzir pela metade o índice

23 DEZ 2017 - 08h:36Por Valdecir Cremon

A cada dez minutos, uma pessoa morre vítima de acidente de trânsito no Brasil. A cada um minuto, outra vítima sofre sequelas físicas. Os dados revelam a urgente necessidade de que União, estados e municípios se juntem no combate a essas tragédias em todo o país.

Para minimizar esses números, foi aprovado na Câmara dos Deputados e enviado ao Palácio do Planalto para sanção presidencial o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito.

A proposta prevê um regime de metas que, ao longo de dez anos, possam ajudar a reduzir pela metade o índice de mortes por grupos de habitantes e o índice de mortos no trânsito pelo número de veículos de uma localidade.

As metas serão fixadas pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) para cada estado e Distrito Federal, com análise de propostas fundamentadas dos conselhos de trânsito (Cetran nos estados e Contrandife no DF) e do Departamento de Polícia Rodoviária Federal.

Em Três Lagoas, até esta semana, 23 pessoas morreram em acidentes de trânsito - a maioria deles com envolvimento de motos.

Se for sancionada, a lei entrará em vigor 60 dias após ser publicada no Diário Oficial da União.

Deixe seu Comentário