Rádios On-line
teste mobile
RECURSOS

Governo vai liberar R$ 35 milhões para contorno rodoviário em Três Lagoas

Contorno rodoviário visa resolver o conflito entre tráfego urbano e rodoviário

17 AGO 2016 - 19h:03Por Ana Cristina Santos

O governo federal vai liberar R$ 35 milhões para a construção do contorno rodoviário em Três Lagoas. O recurso está previsto no Orçamento Geral da União para 2017. A emenda destinando a verba para esta obra foi apresentada pela bancada federal sul-mato-grossense.

Nesta quarta-feira (17) após reunião com ao senador Waldemir Moka (PMDB), coordenador da bancada federal do Estado, o ministro dos Transportes Maurício Quintella, anunciou que o governo federal vai liberar recursos para a construção do contorno rodoviário, bem como para a execução de outras obras em Mato Grosso do Sul.

O contorno é apresentado como uma alternativa para superar o conflito entre tráfego urbano e rodoviário no perímetro urbano. O anel rodoviário visa desviar o tráfego de caminhões da  avenida Ranulpho Marques Leal, rodovia que corta a cidade.

De acordo com o senador, foram previstos no Orçamento da União para Mato Grosso do Sul, R$ 266 milhões para obras de infraestrutura urbana e rural no Estado, que vão beneficiar Campo Grande, Brasilândia, Terenos, Aquidauana, Rio Verde e Três Lagoas.

Além do contorno, estão previstos recursos para a construção de anel rodoviário em Campo Grande, na BR-060/163/262, num total de dez quilômetros, alcançando R$ 15 milhões. Em Brasilândia, está prevista a adequação de pontes, no valor de R$ 4,3 milhões.

Também consta do Orçamento obras de adequação da travessia em Terenos, na BR-262, orçada em R$ 12,5 milhões, bem como recursos para a construção de trechos rodoviários no entroncamento BR-163 (Rio Verde), no entroncamento BR-262 (Aquidauana), e na BR-419.

De acordo com o senador, o ministro Maurício Quintella adiantou que há outras obras, em diversos outros municípios do Mato Grosso do Sul, que estão em fase de estudo de viabilidade.“O que percebemos na conversa com o ministro dos Transportes é que efetivamente há interesse do governo Temer em atender às reivindicações da bancada sul-mato-grossense, no que diz respeito à melhoria da infraestrutura estadual”, afirmou Moka.

Deixe seu Comentário