Rádios On-line
H1N1

Gripe mata 14 pessoas no Estado; duas em Três Lagoas

Cidade contabiliza até o momento dois óbitos registrados pelo vírus influenza H1N1

11 MAI 2016 - 20h:50Por Ana Cristina Santos

Três Lagoas contabiliza até o momento dois óbitos registrados pelo vírus influenza H1N1. Boletins epidemiológicos divulgados nesta quarta-feira (11) pelas Secretarias Municipal e Estadual de Saúde, confirmam que um pecuarista de 48 anos, morador da cidade, foi a segunda vítima da doença no município.

O pecuarista que residia no bairro Jardim Primaverial, em Três Lagoas, morreu na quarta-feira (4) da semana passada, no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, onde ficou internado por 15 dias.

O primeiro óbito registrado, em Três Lagoas, em decorrência do vírus influenza foi o de uma mulher de 30 anos, que residia no bairro Interlagos. Ele morreu no dia 12 de abril após ficar internada em um hospital da cidade.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, três casos de pacientes que ficaram internados e isolados em decorrência do vírus foram registrados em Três Lagoas. Até agora, o município contabilizou nove casos notificados com internação de pessoas com suspeitas de terem contraído o vírus influenza.

Em todo o Mato Grosso do Sul, até o momento, foram notificados 278 casos suspeitos da doença. Desses, 65 foram confirmados como H1N1, e quatro de influenza B. Até esta quarta-feira, 13 óbitos por H 1N1 foram registrados no Estado, e um por influenza B.

 

Deixe seu Comentário