Definir Três Lagoas como sua cidade padrão?

Sim Não
Rádios On-line
8471
Prefeitura Animais Peçonhentos
ESPORTE

Guaicurus inicia treinos de olho na Taça Pantanal

Time de rugby três-lagoense terá pela frente Primavera do Leste e Cuiabá, na 1ª rodada

6 JAN 2018 - 08h:28Por André Barbosa

A Taça Pantanal 2018 teve sua tabela revelada pela Liga Esportiva da modalidade esta semana e confirmou adversários da primeira rodada do Guaicurus Rugby Clube de Três Lagoas. A competição terá início em março. O time da Cidade das Águas deve visitar o Primavera do Leste (MT) e, na sequência, viaja para Cuiabá (MT) contra os donos da casa. Apesar dos dois confrontos estarem marcados para o mês de maio, os três-lagoenses iniciaram os treinos e garantem que este ano retornam ao município com o título estadual.

A Taça Pantanal teve duas baixas com relação a 2017. Campo Grande e Dourados deixaram a competição, restando apenas o Guaicurus de Três Lagoas, como representante do Mato Grosso do Sul. Cuiabá e Primavera representarão o Mato Grosso. O encerramento deve ocorrer em julho, com os três times jogando partidas de ida e volta, em um total de quatro compromissos para cada um. 

Com os adversários confirmados, resta aos jogadores se dedicarem intensamente aos treinos. “Este ano estamos bem preparados e fortalecidos com bastante atletas. Vamos intensificar cada vez mais os treinos. Queremos nos tornar a grande potência do Estado”, afirmou o pilar e vice-presidente do Guaicurus, Amon Samuel de Assis.

Entretanto, estes não serão os únicos desafios dos três-lagoenses em 2018. Também acontecerão confrontos no estado pelo 15, contra Campo Grande e Dourados. Antes, em fevereiro, os atletas masculinos ficam frente a frente com o time de São José do Rio Preto e, logo após, em março, encaram Presidente Prudente. No feminino, a briga será pela Taça Pequi, campeonato que reúne as meninas de quatro estados da região Centro-Oeste (Goiânia, Brasília, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul). 

“Na busca pelo Estadual, o Rugby Clube de Três Lagoas quer o título em todas as categorias. A agenda está bem cheia e temos muitos quilômetros de viagem pela frente. Nesta modalidade esportiva, o medo não pode entrar em campo”, disse Amon. 

APOIO
O vice-presidente comentou que 2017 foi bom para o time. Entretanto, sofrido, em termos de apoio financeiro. “Começamos bem, com a prefeitura apoiando com viagens e lugar para treinar. Mas, com o passar do tempo, esses apoios foram diminuindo. Tivemos que dispensar a participação em alguns campeonatos por não podermos viajar. As meninas, principalmente, saíram em busca de fundos, venderam coisas. Fizeram pedágios nos semáforos e venderam rifas. Conseguiram viajar e ainda trouxeram medalhas e troféus. Ainda assim, nossos atletas tiveram destaques como os melhores do campeonato, ou seja, pagaram para jogar”.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
6864