Rádios On-line

Hemonúcleo de Três Lagoas precisa de doadores

O estoque dos tipos sanguíneos O-, B+, B- e A- está zerado

12 MAR 2013 - 13h:00Por Redação

O estoque do Hemonúcleo de Três Lagoas está abaixo da média. Tipos sanguíneos como O-, B+, B- e A- não dispõem de nenhuma bolsa de sangue. Segundo a enfermeira Cristiane Menegueti Alves, o ideal é que o três-lagoense doe sangue para abastecer o estoque do órgão. A profissional não sabe dizer por que o número de bolsas caiu tanto. “Geralmente, é comum o estoque zerar próximo a feriados, porém, no momento, não é esse o caso”, disse. Ela acredita que os acidentes envolvendo motociclistas podem ser um dos motivos. “Dependendo do ferimento, um motoqueiro acidentado consome até seis bolsas de sangue”, explicou.

Para reverter a situação, segundo a enfermeira, os profissionais do Hemonúcleo estão entrando em contato via telefone com os doadores cadastrados na instituição solicitando a doação. Entretanto, o ideal é que novos doadores cadastrem-se no banco de dados do órgão. Ela acredita que com um número maior de doadores seria possível trabalhar com mais tranquilidade. Além de Três Lagoas, o núcleo abastece também os hospitais de Selvíria, Bataguassu, Brasilândia, Santa Rita do Pardo e Água Clara. 

De acordo com dados do banco de sangue, o local recebe uma média de 15 a 20 doações por dia, quando o necessário para atender à demanda é o dobro. Para a enfermeira, entre 600 e 800 bolsas de sangue por mês seriam o suficiente para atender Três Lagoas e região.

Segundo Cristiane, para doar sangue é simples, embora sejam necessários alguns requisitos básicos: não estar gripado ou com outra infecção; estar descansado e alimentado; ter entre 18 e 67 anos (adolescentes de 16 e 17 anos podem fazer a doação com autorização do responsável legal); pesar mais de 50 Kg.

O Hemonúcleo está localizado na rua Manoel Rodrigues Artez, 520 - Colinos. O horário de funcionamento é das 7h às 11h30. Mais informações pelo telefone 3522-7959.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13