Definir Três Lagoas como sua cidade padrão?

Sim Não
Rádios On-line
8515
Território Teen

Hemonúcleo precisa de doadores para fim de ano

Hoje, o Núcleo de Hemoterapia conta com 5,3 mil pessoas cadastradas

19 DEZ 2008 - 06h:00Por Redação

Desde o começo deste mês, a equipe do Núcleo de Hemoterapia de Três Lagoas iniciou um trabalho de busca por novos doadores de sangue e pessoas já cadastradas na instituição. A mobilização tem motivo: estocar o maior número de bolsas para este fim de ano. “Durante as festas de fim de ano e recessos, os nossos doadores também tiram férias também das doações, em contrapartida, é quando aumenta significativamente a procura por sangue”, comenta a assistente social da instituição, Wânia Stevanato.
De acordo com ela, durante este período aumentam o número de acidentes de trânsito e outros incidentes. “Com isso, aumenta o número de cirurgias nos hospitais, que logo precisam de sangue e temos que estar preparados para isto”, completou.
No dia 25 de novembro, o Núcleo promoveu a campanha para o Dia Nacional de Doação de Sangue. A ação teve saldo positivo, 103 doadores compareceram no local, mas ainda é insuficiente para suportar a demanda que irá crescer entre fim de dezembro e início de janeiro.
“Nosso estoque está de razoável para baixo. Precisamos de sangue, de todos os tipos. É importante que as pessoas se sensibilizem pela causa. Muitos ficam a vida toda esperando para fazer uma grande ação humanitária, sendo que, num gesto rápido, como doar sangue, eles salvam até três vidas. Não deve esperar acontecer com você, ou algum familiar seu para começar a agir”, ressaltou a assistente.
Além do período de férias, o núcleo ainda conta com o aumento do consumo trazido com a vinda do serviço de oncologia para a Cidade. Wania acredita que com a implantação do centro para tratamento de pessoas com câncer, a procura por bolsas tenha aumentado em até 40%. “E o serviço de oncologia não pára no período de férias. Todos os dias estamos encaminhando bolsas ao hospital Nossa Senhora Auxiliadora. Isto sem contar que também atendemos os municípios de Brasilândia, Água Clara, Santa Rita do Pardo e Paranaíba”, destacou.

CADASTRO


Hoje, o Núcleo de Hemoterapia conta com 5,3 mil pessoas cadastradas, destas cerca de 30% são doadores fixos e 40%, aproximadamente, tiveram um incidente com algum familiar para começar a doar sangue.
O número corresponde a cerca de 200 bolsas/mês, 50% da real necessidade do órgão. “Se conseguíssemos manter a média de 400 coletas mensais, com certeza não precisaríamos recorrer a Campo Grande. Não precisaríamos nem atingir a meta da Organização Mundial de Saúde”, diz Wânia.
A OMS determina que um país deve ter de 3 a 5% da população doadora de sangue. Atualmente, o Brasil conseguiu atingir 1,8% desse patamar. Já no Mato Grosso do Sul, o índice alcançado é um pouco maior: 2,5% da população é doadora regular de sangue.
O Núcleo de Hemoterapia de Três Lagoas irá atender até o dia 23 de dezembro. O órgão está situado à rua Manoel Rodrigues Artez, 520, bairro Colinos. O horário de atendimento é das 7h às 11 horas. Mais informações pelo telefone 35227959.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
Dá Negócio
6864