Rádios On-line
7924
Hospital Auxiliadora
TENTATIVA DE HOMICÍDIO

Homem que atirou em boate agiu por ciúmes, diz major da PM

Aleandro teria se envolvido em uma confusão com o segurança do estabelecimento e buscou arma para matá-lo

14 MAI 2018 - 16h:57Por Da Redação

A Polícia Militar apontou como ciúmes, o motivo que levou um jovem a disparar tiros de revólver em um segurança, em um clube noturno de Três Lagoas, na madrugada de domingo (13). De acordo com o major Ênio de Souza Soares, o pizzaiolo Aleandro de Souza Dias, de 25 anos, teria ficado enciumado com as atitudes de uma namorada - o ponto de início de uma discussão.

Ao ser advertido por um segurança local, teria ido ao estacionamento pegar uma arma.

Ainda segundo o major, Dias atirou quatro vezes contra o segurança, que se escondeu atrás de uma parede.

Ao perceber a chegada da PM, Aleandro saiu do clube e foi amparado pela companheira. Ele teria recebido ordem para jogar a arma, mas não obedeceu. “Começamos uma negociação para que ele se entregasse, mas houve resistência. A companheira ficou do lado esquerdo dele.

Assim que o policial percebeu o melhor momento de desarmar o atirador, fez um disparo em seu braço direito, o imobilizando e realizou a prisão”, disse o major.

Aleandro detém várias passagens pela polícia. São ao menos 28 ocorrências, entre elas, duas tentativas de homicídio (contando com a de domingo), furto, ameaça, perturbação de sossego, injúria, furto qualificado, vias de fato, desordem, dano entre outras.

Outro crime apontado pelo major é o de postagens em redes sociais, atacando policiais militares e os trabalhos da instituição. “Além de falsa comunicação de tortura policial, com postagens de filmagens das abordagens da PM, tentando denegrir a imagem da corporação”.

O atirador teve ferimento leve e não precisou ficar internado e, após registro na Delegacia de Polícia, foi levado para a penitenciária de Três lagoas.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
7300