Rádios On-line
POUPANÇA

Idosa perde R$ 3,5 mil ao cair em golpe de indenização de planos econômicos

Golpistas se passaram por funcionários da Procuradoria Geral da União e cobraram dinheiro para liberar a indenização

24 OUT 2018 - 11h:15Por Kelly Martins

Uma idosa, de 69 anos, foi vítima de estelionato, em Três Lagoas, e perdeu R$ 3,5 mil. Acreditando que iria ressarcir perdas das cadernetas de poupança com planos econômicos das décadas de 1980 e 1990, ela fez depósitos a golpistas que se passaram por funcionários da Procuradoria Geral da União, de Maracanaú, no Ceará.

Duas mulheres telefonaram para a vítima alegando que para ter acesso ao dinheiro da indenização, era necessário o fornecimento de dados pessoais e bancários, além do pagamento de honorários. Dessa forma, a idosa fez três depósitos em uma conta corrente do Ceará, sendo nos valores de R$ 1.498,30 e dois de R$ 999.

A filha da vítima desconfiou da situação e descobriu a fraude após entrar em contato com a Procuradoria. A mulher foi até a delegacia e registrou o boletim de ocorrência por estelionato. De acordo com as informações, ela aguarda ser indenizada sobre os planos econômicos Bresser e Verão. Eles foram lançados à época pelo governo na tentativa de conter a hiperinflação, alterando o cálculo da correção monetária dos saldos de poupança.

Os bancos foram acusados de aplicar as novas taxas de correção para depósitos feitos antes de os planos entrarem em vigor, fazendo com que os poupadores perdessem a correção da inflação nesses períodos.

Deixe seu Comentário