Rádios On-line

Implantação de tanques-redes no Paraná tem licença liberada

Licença Ambiental foi liberada neste mês e prevê a instalação de 68 tanques-redes

31 MAI 2013 - 08h:47Por Reprodução

O Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) liberou, neste mês, a Licença de Instalação (LI) para a implantação de tanques-redes no rio Paraná, em Três Lagoas. Segundo o presidente da Colônia de Pescadores de Jupiá, Antônio de Farias, ao todo serão instalados 68 tanques-redes nas proximidades da Cargill. 

Ele informou que a Companhia Energética de São Paulo (Cesp) já concedeu a autorização para a exploração desse trecho do rio, com essa finalidade. A instalação dos tanques-redes faz parte do projeto que prevê melhorais e novas alternativas para os pescadores de Jupiá. O projeto conta com o apoio da Fibria, Instituto Votorantim e do Banco Nacional do Desenvolvimento Social (BNDS), e prevê a destinação de R$ 1,5 milhão para a Colônia de Pescadores do Jupiá.

O recurso será repassado em parcelas. A primeira, no valor de R$ 10 mil, foi liberada no começo deste mês. De acordo com o presidente da Colônia, o recurso está sendo utilizado na regularização da documentação necessária para que o frigorífico de peixes e os tanques-redes possam funcionar em conformidade com as leis ambientais.

A cada três meses, segundo Antônio de Farias, está prevista a liberação de uma parcela do recurso. No mês de julho, por exemplo, serão liberados R$ 300 mil para a reforma do entreposto de peixe, construído há mais de cinco anos, às margens do rio Paraná, e que até hoje não entrou em funcionamento devido a uma série de fatores.

Farias disse que a Colônia de Pescadores está fazendo tudo dentro das normas ambientais para que, dessa vez, esse projeto dê certo. “Lutamos muito para que esse projeto desse certo. Agora, acreditamos que será uma realidade, já que estamos contando com o apoio do Fibria, do Instituto Votorantim, do BNDES e do programa ReDes”, destacou o presidente da Colônia de Pescadores.

O projeto do entreposto de peixes e dos tanques-redes irá beneficiar 350 pescadores, que fazem parte de uma cooperativa formada no final do ano passado. O presidente da Colônia informou ainda que, além da reforma do entreposto, os R$ 300 mil que serão liberados em julho também proporcionarão a compra de máquinas e equipamentos para o frigorifico de peixes. Com o recurso que será destinado exclusivamente aos tanques-redes, também está prevista a compra de alevinos e ração.

Esse projeto não é novidade em Três Lagoas, já que, até 2004, o município contava com tanques-redes instalados na Cascalheira. Entretanto, a Cesp solicitou a retirada do material do local, alegando que eles invadiram uma área de sua propriedade. “O IBAMA obrigou a retirada porque alegou também, na época, que á água que caía da termelétrica no rio, a sobra, poderia afetar os peixes. Com isso, os pescadores ficaram desmotivados em ter que procurar outra área e acabaram desistindo do projeto”, comentou.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13