Rádios On-line
EDUCAÇÃO

Índice de reprovação da rede municipal de ensino de Três Lagoas diminui para 9%

Dados coletados pela Secretaria de Educação e Cultura apontam também aumento na aprendizagem de 86% para 91% entre 2016 e 2017

23 FEV 2018 - 16h:38Por Redação

Assegurar uma educação de qualidade com aprendizagem, valorização do conhecimento e da cultura, garantia de acesso, permanência, com sucesso e respeito à diversidade humana. Essa é a missão da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Semec) de Três Lagoas que como resultado obteve redução no índice de reprovação dos alunos da Rede Municipal de Ensino.

Segundo o comparativo do índice de aprendizagem nos períodos de 2016 e 2017, colhidos a partir das notas das avaliações realizadas pela escola ao logo do ano e enviadas a Semec, o índice de aprendizagem passou de 86% para 91% e o índice de reprovação de 14% em 2016 para 9% em 2017.

Para a diretora Educacional e Pedagógica da Semec, Angela Maria de Brito, o resultado se deve ao conjunto de ações.

“O professor com seu salário conforme determina a legislação o motiva para desenvolver um trabalho de qualidade que se traduz na aprendizagem das crianças. Trabalhamos ao longo do ano formação continuada dos professores, dos gestores escolares e especialistas de educação; projeto de nivelamento da aprendizagem oferecido aos alunos com dificuldades de aprendizagem e com esse projeto foi contratado mais 15 professores para trabalhar com os alunos com dificuldades de aprendizagem; monitoramento e acompanhamento dos projetos e atividades escolares in loco e por fim o início das  reformas das escolas e centros de educação infantil, por meio do PRO-REME”, explica.

Angela pontua ainda que “esse resultado só confirma o principal o compromisso do Prefeito Ângelo Guerreiro e da gestora da pasta Maria Célia Medeiros com a educação de qualidade aos munícipes de Três Lagoas. Objetivo desta Administração Municipal que é trabalhar para sermos reconhecidos como Rede de Ensino Público referência na inclusão e aprendizagem dos alunos”, afirma.

Para a secretária da pasta Maria Célia Medeiros, respeitar à diversidade e as individualidades dentro da coletividade; ter ética nas ações e relações sociais; responsabilidade com os resultados e com a qualidade social da Educação; comprometimento com a utilização dos recursos públicos e com o trabalho realizado e qualidade e Inovação nas ações pedagógicas e culturais são valores que devem continuar sendo o norte desta gestão que busca a humanização em seu trabalho.

 

Deixe seu Comentário