Rádios On-line
9248
TRêS LAGOAS

Infestação do Aedes em 10 bairros coloca saúde em alerta de surto

Índice geral de infestação do Aedes aegypti é considerado satisfatório em Três Lagoas

13 NOV 2019 - 07h:32Por Tatiane Simon

O índice geral de infestação do mosquito Aedes aegypti subiu de 0,8% para 0,9%, em Três Lagoas, no mês de novembro. O último dado é de julho deste ano e foi divulgado nesta terça-feira (12) pela Secretaria Municipal de Saúde.

De acordo com o Ministério da Saúde, o índice considerado como do padrão de normalidade é abaixo de 1% e, desta forma, Três Lagoas consegue se manter neste parâmetro. Em janeiro, o município registrava uma infestação de 1,4%. Em março recuou para 1,1% e em maio saltou para 2,5%.

No entanto, o LirAa (Levantamento Rápido de Infestação pelo Aedes aegypti) coloca 10 bairros de Três Lagoas em alerta de surto. Os piores bairros são Santa Luzia (13%); Distrito Industrial (10%); Conjunto Habitacional JK (7,3%); Lapa (4,1%); Santo André (3,6%); Nossa Senhora das Graças (3,4%); Jardim Caçula (3,1%); Colinos (2,3%); Vila Zuque (2,3%); e Interlagos (2,2%).

Os dados revelam também que as ações devem continuar dentro de imóveis,  "porque está, mais uma vez  constatado que mais de 95% dos focos criadouros do Aedes aegypti estão no interior das casas e nos quintais", alertou Alcides.

Os ovos do Aedes aegypti podem ficar até um ano sem contato com a água e, quando chega o período de chuva, esses eclodem e podem infectar pessoas que habitam em regiões com criadouros.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13