Rádios On-line
11368
Nova Estrela 0603
TRêS LAGOAS

Iniciada construção de usina que vai produzir energia utilizando eucalipto

Energia gerada pela usina da Eldorado Brasil terá capacidade para abastecer uma cidade de aproximadamente 300 mil habitantes

19 MAI 2019 - 08h:38Por Ana Cristina Santos

A Eldorado Brasil, empresa controlada pela J&F Investimentos e a Paper Excellence, iniciou neste mês a construção da Usina Termoelétrica Onça Pintada, em Três Lagoas. No dia 3, ocorreu a fundação da primeira estaca da obra, que será executada pela Fortes Engenharia, empresa com sede em Vitória (ES).

Segundo a Eldorado, o projeto está dentro do cronograma de execução das obras. Atualmente, 50 pessoas trabalham na construção da usina, que no pico da obra, segundo o diretor técnico industrial da Eldorado Brasil, Carlos Monteiro, vai gerar 1,5 mil empregos. As contratações vão ocorrer de acordo com o andamento da obra.

O pico de pessoas trabalhando, segundo a empresa, está previsto para o final de 2019, seis meses após o início das obras. O investimento do projeto é de R$ 328 milhões. A previsão é de que as obras sejam concluídas no segundo semestre de 2020, com a operação da usina em janeiro de 2021. 

A usina vai disponibilizar 50 MWh (megawatts hora) de energia elétrica para o sistema nacional. Em termos comparativos, essa geração tem capacidade para abastecer uma cidade de aproximadamente 300 mil habitantes, ou o equivalente a quase três cidades do tamanho de Três Lagoas.

De acordo com a empresa, a usina será “um marco para a energia verde” no Brasil por utilizar tocos de eucalipto como biomassa para a produção de energia elétrica. Além da viabilidade econômica, o projeto, segundo a companhia, é sustentável e completa o ciclo de 100% de aproveitamento do cultivo de eucalipto pela empresa no Mato Grosso do Sul.

Inovadora em geração de energia por biomassa gerada por tocos e raízes de eucalipto- produto não aproveitado para a produção de celulose- a Eldorado vai investir R$ 7,2 milhões por MWh de produção. Para a empresa, isso representa uma excelente relação de investimento versus retorno, na usina que ficará no mesmo site industrial que a planta de celulose da empresa, às margens da rodovia BR -158. 

“Este investimento está em linha com a atuação da companhia que possui como um de seus direcionadores a sustentabilidade. Ao aproveitar tocos e raízes para a produção de energia fechamos o ciclo de 100% de aproveitamento do eucalipto que é fruto de nossas florestas plantadas no Mato Grosso do Sul”, destacou Carlos Monteiro.

Inicialmente, o empreendimento seria instalado em Selvíria, a 70 quilômetros de Três Lagoas. Entretanto, estudos apontaram que o ideal é a planta da empresa onde já está o site industrial.

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13